Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Energia mantém PSI-20 em terreno negativo

A bolsa nacional, que está em queda pela primeira vez em quatro sessões, contraria os ganhos ligeiros das principais congéneres europeias. A EDP e a Galp Energia são as cotadas que mais pressionam.

Euronext bolsa
Bruno Simão/Negócios
Rita Faria afaria@negocios.pt 27 de Maio de 2016 às 11:43
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

A bolsa nacional mantém-se em terreno negativo com o PSI-20 a descer 0,32% para 4.948,07 pontos, depois de três sessões consecutivas de ganhos. Das 18 empresas que formam o principal índice nacional, nove estão em queda, oito em alta e uma inalterada.

Lisboa contraria desta forma a tendência positiva das praças europeias, que seguem em alta ligeira animadas pelas cotadas do sector da saúde e das ‘utilities’. O índice de referência para a Europa, o Stoxx600, ganha 0,09% para 349,21 pontos.

A evitar maiores ganhos das bolsas europeias estão as empresas do sector da energia, numa altura em que os preços do petróleo estão em queda nos mercados internacionais.

Por cá, são precisamente duas cotadas do sector da energia as que mais contribuem para a queda do PSI-20: a Galp, que desvaloriza 1,3% para 11,79 euros, e a EDP que perde 0,71% para 2,949 euros.

No restante sector, a EDP Renováveis ganha 0,41% para 6,92 euros e a REN valoriza 1,36% para 2,68 euros.

A contribuir para as perdas do principal índice nacional está ainda o BCP. O banco liderado por Nuno Amado recua 0,93% para 3,2 cêntimos, contrariando a evolução das restantes cotadas da banca. O BPI ganha 0,26% para 1,16 euros e o fundo do Montepio segue inalterado em 56,4 cêntimos.

Com sinal vermelho estão ainda as retalhistas, com destaque para a Jerónimo Martins. A empresa liderada por Pedro Soares dos Santos perde 0,45% para 14,465 euros enquanto a sua congénere do retalho, a Sonae, desce 0,21% para 93,9 cêntimos. 

Ver comentários
Saber mais PSI-20 bolsa nacional Europa Stoxx600 Galp Energia EDP bolsa mercados petróleo
Mais lidas
Outras Notícias