Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Goldman Sachs continua no "entra e sai" nos CTT e volta a ter participação qualificada

Em nota enviada à CMVM, os correios nacionais informam que o banco americano Goldman Sachs voltou a deter uma participação qualificada na cotada liderada por Francisco Lacerda.

CTT
David Santiago dsantiago@negocios.pt 02 de Fevereiro de 2018 às 18:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...

O Goldman Sachs é novamente detentor de uma participação qualificada no capital social dos CTT. Em comunicado enviado esta sexta-feira, 2 de Fevereiro, à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), os correios nacionais referem que o banco norte-americano.

 

A operação que permitiu ao Goldman Sachs voltar a deter uma posição qualificada nos CTT foi realizada em 29 de Janeiro, com o banco americano a passar de 1,52% do capital dos correios nacionais para 2,04%.

 

Dias antes desta aquisição de acções, o Goldman Sachs emitiu uma avaliação aos CTT em que reduziu o preço-alvo atribuído aos títulos accionistas da cotada de 4,30 euros para 4,10 euros, mantendo a recomendação em "neutral".

 

Nessa nota de "research", o Goldman Sachs justificava o corte na avaliação evidenciando que o essencial dos benefícios resultantes do plano de reestruturação dos CTT será anulado pela decisão do regulador (Anacom) de impor metas de serviço mais exigentes.

 

O banco americano tem mantido um movimento de reforço e redução da posição detida nos CTT. Ainda no início de Janeiro, um dia depois de ter superado o patamar que confere uma participação qualificada (2%), o Goldman Sachs alienou acções baixando desse limiar.

 

Os CTT encerraram a sessão desta sexta-feira a somar 0,87% para 3,46 euros.

 

 

 

Ver comentários
Saber mais CTT Goldman Sachs CMVM Anacom
Outras Notícias