Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lisboa abre em queda pressionada pelo grupo EDP

A bolsa nacional voltou a abrir em queda. Lisboa está a ser pressionada pela descida do grupo EDP, num dia que também deverá ser de perdas nos restantes mercados europeus.

A carregar o vídeo ...
Rita Atalaia ritaatalaia@negocios.pt 25 de Setembro de 2018 às 08:11
  • Assine já 1€/1 mês
  • 84
  • ...
A praça portuguesa abriu no vermelho pela segunda sessão consecutiva. Lisboa está a ser pressionada pela queda do grupo EDP, num dia que também deverá ser de perdas no resto da Europa. Os investidores continuam a digerir a entrada em vigor das tarifas comerciais impostas pelos EUA e pela China.

O índice de referência nacional abriu em queda de 0,07% para 5.357,89 pontos. Das 18 cotadas que compõem o índice, seis estão a cair, oito a subir e quatro seguem inalteradas. 

Em Lisboa, são as energéticas que estão a pressionar a bolsa. A EDP cai 0,21% para 3,258 euros, enquanto a EDP Renováveis perde 0,92% para 8,625 euros. Também a Jerónimo Martins está a recuar 0,51% para 12,625 euros. 

A contrariar o sentimento negativo e a travar a queda do índice de referência segue a Galp Energia. A petrólifera sobe 0,30% para 16,83 euros, numa altura em que os preços do petróleo estão em máximos de 2014. O Brent está a negociar acima dos 80 dólares por barril. 

Ainda do lado dos ganhos, o BCP está a avançar 0,43% para 25,44 cêntimos e os CTT sobem 0,89% para 3,384 euros. As papeleiras também se destacam pela positiva: a Altri valoriza 0,48%, a Semapa sobe 0,35% e a Navigator avança 0,14%. 

(Notícia actualizada às 08:16)
Ver comentários
Saber mais bolsa nacional Lisboa EDP Renováveis Jerónimo Martins Galp Energia mercado e câmbios China bolsa
Outras Notícias