Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mais uma sessão no vermelho em Wall Street. Dow chegou aos ursos, mas escapou

Bolsas norte-americanas encerraram no vermelho, num dia em que um mini-orçamento no Reino Unido agravou os alarmes de uma recessão global.

A escalada do conflito armado na Ucrânia e a inflação fora de controlo arrastaram os mercados e a confiança dos empresários.
Carlo Allegri/Reuters
Sílvia Abreu silviaabreu@negocios.pt 23 de Setembro de 2022 às 21:42
  • Partilhar artigo
  • 5
  • ...
As bolsas norte-americanas encerraram no vermelho, num dia em que o movimento de vendas dos ativos de maior risco agravou-se depois de o Reino Unido ter divulgado um plano para impulsionar a economia britânica. A medida fez aumentar as preocupações de que uma subida da inflação leve a uma recessão global. 

Os três índices norte-americanos fecharam a negociação com quedas de mais de 1%, com o S&P 500 a ter atingido durante breve momentos mínimos de junho.

O S&P 500 perdeu 1,72% para 3.693,23 pontos, enquanto o tecnológico Nasdaq Composite caiu 1,80% para 10.867,93 pontos.

Já o industrial Dow Jones, que a determinado momento da negociação chegou a entrar em bear market - o que significa uma descida de 20% face ao último máximo, a 4 de janeiro, em que atingiu os 36.799,65 pontos - desceu 1,62% para 29.590,41 pontos.

Os investidores continuam preocupados com o plano de subida das taxas de juro da Reserva Federal norte-americana, uma vez que o presidente do banco central, Jerome Powell, deixou claro que o alívio só está previsto para 2024 e que está disposta a provocar uma recessão para controlar o aumento dos preços.
Ver comentários
Saber mais Wall Street Reino Unido bolsas EUA
Outras Notícias