Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Tecnológicas pesam mas não impedem Wall Street de fechar no verde

Os índices norte-americanos fecharam mais uma sessão em terreno positivo, apesar do fraco desempenho de algumas tecnológicas.

É um ano louco. As bolsas americanas caíram nos últimos dois dias, depois de ter recuperado todas as perdas do ano um dia antes.
Reuters
Sílvia Abreu silviaabreu@negocios.pt 18 de Outubro de 2022 às 21:11
  • Partilhar artigo
  • ...

As bolsas norte-americanas encerraram a sessão em terreno positivo, tendo recuperado das perdas registadas ao longo da negociação.

A travar maiores voos dos índices durante o dia estiveram as tecnológicas, com a Apple, que reduziu a produção do iPhone 14 Plus menos de duas semanas após o seu lançamento, e a Netflix, que apresenta os resultados do terceiro trimestre esta terça-feira após o fecho da sessão, no vermelho. Contudo, no final da negociação a Apple recuperou terreno e conseguiu terminar o dia no verde.

 

O S&P 500, que chegou a subir mais de 2% durante a negociação, fechou com um avanço de 1,14% para 3.719,98 pontos, enquanto o industrial Dow Jones valorizou 1,12% para 30.523,80 pontos. Já o tecnológico Nasdaq Composite cresceu 0,90% para 10.772,40 pontos, registando o pior desempenho dos três índices.

 

A apresentação de contas do terceiro trimestre acima do esperado e a reviravolta na política orçamental do Reino Unido estão a contribuir para um melhor desempenho dos ativos de risco. Ainda assim, o cenário de elevada inflação, que os bancos centrais estão determinados a combater através do aumento das taxas de juro, continua a pesar nos investidores, que duvidam sobre a durabilidade destes ganhos.

Os investidores vão continuar de olhos postos na apresentação de resultados trimestrais que avança a todo o gás em Wall Street. Depois do Bank of America na segunda-feira e da Netflix esta terça-feira, na quarta-feira é a vez da Tesla, Procter & Gamble, Alcoa e IBM, entre outras cotadas.

Ver comentários
Saber mais Wall Street Apple Plus Netflix bolsa mercado economia earnings season
Outras Notícias