Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Citi sobe preço-alvo de EDP Renováveis

Após a apresentação dos resultados de 2014 da EDP Renováveis, o Citi Research reviu a avaliação da empresa para 6,80 euros por acção, mantendo a recomendação de comprar.

O Haitong avalia as acções da EDP Renováveis em 8,00 euros, o que implica um potencial de valorização 35%. A recomendação é de comprar.

O banco de investimento assinala que a EDP Renováveis apresenta uma avaliação “muito atractiva”, estando a negociar em bolsa tendo em conta um cenário “muito pessimista”, com um crescimento nulo na capacidade instalada e um aumento de 50 pontos base no custo médio do capital. Trata-se de uma avaliação “injustificada, pois acreditamos que a acção deve começar a apresentar uma melhor prestação assim que as notícias nos Estados Unidos confirmarem que não era tão más como o esperado”.

O Haitong considera que o mercado reagiu de forma exageradamente negativa aos riscos regulatórios nos Estados Unidos devido à vitória de Donald Trump nas eleições. “Dado que a regulação nos Estados Unidos advém de três fontes (Presidente, Congresso e Estados) e pelo menos duas não mudaram, acreditamos que o risco regulatório é mais baixo do que está a ser apreendido pelo mercado”, acrescenta.
Miguel Baltazar/Negócios
Vera Ramalhete veraramalhete@negocios.pt 26 de Fevereiro de 2015 às 13:17
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...

O Citi subiu o preço-alvo das acções da EDP Renováveis de 6,30 para 6,80 euros, mantendo a recomendação de "comprar". O banco reviu a avaliação, para reflectir a actualização das estimativas da EDP Renováveis, efectuada após a apresentação dos resultados de 2014. A nova avaliação representa um ganho potencial de 13%, face à actual cotação de 6,001 euros.

 

A EDP Renováveis apresentou esta quarta-feira os resultados de 2014, divulgando uma queda de 7% nos lucros. Os resultados antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (EBITDA) cifraram-se nos 903,2 milhões de euros, em linha com as estimativas do Citi. Os lucros ajustados (excluindo eventos não recorrentes, diferenças cambiais e ganhos de capital) situaram-se, contudo, acima dos 78,2 milhões estimados pelos analistas do banco, atingindo os 105 milhões, apoiados pelo impacto da reforma fiscal em Espanha.

 

Com base nos resultados apresentados, o Citi actualizou a estimativa de lucros por acção para o período de 2015 a 2017 em 17%. Este crescimento baseia-se na expectativa da apreciação do dólar face ao euro, que deverá manter-se durante os próximos dois anos, fundamenta o Citi em nota de "research" emitida esta quinta-feira. Uma vez que as operações nos EUA são responsáveis por 40% dos lucros da EDP Renováveis e que 39% da dívida da empresa está em dólares, uma valorização de 10% do dólar teria um impacto positivo de cerca de 14% nos lucros da empresa, justificam os analistas.

 

"Na nossa perspectiva, o foco da EDP Renováveis em investimento estratégico em novos projectos, associado ao cenário macroeconómico actual, deve sustentar o aumento dos lucros por acção", afirmam os analistas Antonella Bianchessi e Akhil Bhattar na nota de "research".

 

O BPI emitiu também esta quinta-feira uma nota de "research" cortando a avaliação da EDP Renováveis para 7,00 euros por acção. O banco reduziu também a recomendação para "neutral". Os analistas do CaixaBI mantiveram a recomendação de "acumular" e o preço-alvo de 6,30 euros

 

As acções da EDP Renováveis somam, neste momento, 0,84%, para 6,001 euros.

 

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro. 

Ver comentários
Saber mais EDP Renováveis BPI bolsa avaliação recomendação preço-alvo research euro dólar resultados
Outras Notícias