Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Goldman Sachs baixa "target" da EDPR para 27 euros com banco a antecipar maior dívida

Apesar da descida de avaliação, o Goldman Sachs continua a identificar um potencial de subida superior a 30%.

EDP Renováveis
Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 09 de Maio de 2022 às 12:09
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

Os analistas do Goldman Sachs atualizaram as suas estimativas para a EDP Renováveis após a divulgação dos resultados trimestrais, reportados na semana passada. Apesar de assumir maiores resultados nos próximos anos, o banco cortou o preço-alvo para a empresa, antecipando maior dívida por parte da empresa.

 

"Atualizamos as estimativas após os resultados do primeiro trimestre de 2022 para refletir os preços mais altos da energia e a aceleração no desenvolvimento de energias renováveis, que acreditamos que se traduzirá em maiores lucros para os próximos anos", escreve o Goldman Sachs, numa nota de investimento a que o Negócios teve acesso.

 

Os analistas adiantam que melhoraram as estimativas para o EBITDA em cerca de 4% por ano para o período de 2022 a 2026. O Goldman prevê, assim, que o EBITDA cresça a um ritmo anual de 14% (excluindo ganhos) e o lucro a um ritmo de 24% ao ano, até 2027.

 

As previsões do Goldman apontam para um resultado líquido de 341 milhões de euros este ano, aumentando até aos 982 milhões de euros, em 2027.

 

Apesar das boas perspetivas de crescimento, o Goldman nota que a companhia de renováveis continue a apresentar "cash flow" negativos nos próximos anos, devido aos investimentos.

 

Face a estas perspetivas, o banco decidiu descer o target dos anteriores 27,5 para 27 euros, "assumindo uma dívida ligeiramente maior". A nova avaliação confere um potencial de subida de 30,7 euros, face à cotação atual. Já a recomendação permaneceu "comprar".

 

As ações seguem a descer 2,27% para 20,65 euros.

 

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.

Ver comentários
Saber mais Goldman Sachs bolsa ações research analistas EDPR
Outras Notícias