Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Avaliação bancária sobe pelo 19º mês e renova máximos de 2008

O valor a que os bancos avaliam as casas, no âmbito do crédito à habitação, tem vindo a renovar máximos de mais de dez anos.

Lusa
Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 28 de Novembro de 2018 às 11:18
  • Partilhar artigo
  • 5
  • ...

O valor médio da avaliação bancária voltou a subir, em Outubro, renovando máximos de mais de dez anos, segundo os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O indicador atingiu os 1.212 euros por metro quadrado no último mês, naquele que foi o 19º mês consecutivo de subidas.

Face a Setembro, a avaliação bancária aumentou sete euros. "Este valor representa um aumento de 0,6% relativamente a Setembro e 6,2% face ao mesmo mês do ano anterior", adianta o INE. O valor a que os bancos avaliam as casas no âmbito da concessão de financiamento para a compra de casa está a negociar no valor mais elevado desde o primeiro trimestre de 2008, quando atingiu os 1.220 euros por metro quadrado.

Foi no preço dos apartamentos que se registou o maior aumento, com o valor médio de avaliação a aumentar 13 euros em Outubro, para 1.277 euros por metro quadrado. Já nas moradias, o valor médio de avaliação diminuiu um euro para 1.110 euros por metro quadrado.

"A nível regional, a maior subida para o conjunto da habitação registou-se no Algarve (1,2%), tendo-se verificado descidas na Região Autónoma da Madeira (-0,1%) e na Região Autónoma dos Açores (-0,2%)", acrescenta a mesma fonte.

Face ao período homólogo, o valor médio das avaliações aumentou 71 euros em Outubro (correspondente a 6,2%), "tendo o valor de apartamentos e de moradias aumentado 7,1% e 4,5%, respectivamente".

Ver comentários
Saber mais INE crédito à habitação avaliação bancária imobiliário preços das casas
Outras Notícias