Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Esta quarta-feira teremos os resultados anuais dos CTT e a Impresa estará a reagir às contas apresentadas ontem. A Novabase, por seu lado, deverá reagir à saída do PSI-20 no próximo 19 de Março, dia em que será substituída no índice de referência nacional pela F. Ramada.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
CTT reportam resultados de 2017

A empresa de correios apresenta hoje, após o fecho da bolsa nacional, as contas relativas ao exercício do último ano. De acordo com as previsões do CaixaBI, a companhia liderada por Francisco Lacerda deverá revelar uma queda de 50% nos lucros em 2017, face ao ano anterior, para 30,6 milhões de euros. No que se refere às receitas, o CaixaBI projecta 691,4 milhões de euros no ano, contra 696,8 milhões em 2016.


"No geral, não estamos à espera que os resultados do quarto trimestre de 2017 tragam grandes novidades, devendo somente confirmar o ambiente difícil em que os CTT estão a operar", adiantaram os analistas do banco.


 

Impresa reage aos prejuízos de 21,6 milhões

A Impresa fechou o ano de 2017 com um prejuízo de 21,65 milhões de euros, devido à venda das revistas, que provocou imparidades de 21,96 milhões de euros. O encaixe da operação só será reflectido nas contas de 2018.

As contas foram apresentadas ontem, após o encerramento da praça lisboeta, pelo que a reacção em bolsa se fará sentir na sessão desta quarta-feira.


 

F. Ramada substitui Novabase no PSI-20

A Euronext anunciou ontem ao final do dia a revisão do principal índice nacional, que vai continuar a ser constituído por 18 cotadas. Mas há mudanças. A Novabase é "despromovida" e é substituída pela F. Ramada. Estas mudanças só serão efectivadas no dia 19 de Março, revelou a gestora da bolsa nacional.


A F. Ramada acumula uma valorização de 16,8% este ano, o que elevou a capitalização bolsista da empresa para 315,4 milhões de euros. A cotada liderada por João Borges de Oliveira tem 22,6% do seu capital disponível para negociação em bolsa.


 

PIB da Zona Euro em destaque

Na divulgação de dados económicos, destaque hoje para o PIB do quarto trimestre na Zona Euro [anterior: 2,7%; estimativas: 2,7%].


Além disso, a Comissão Europeia apresenta o pacote de inverno do semestre europeu, com a análise à situação económica de cada Estado-membro e recomendações aos países com desequilíbrios macroeconómicos.


Por cá, o Instituto Nacional de Estatística divulga o índice de custos de construção de habitação nova e o índice de preços de manutenção e reparação regular da habitação, em Janeiro.


Nos Estados Unidos teremos o Relatório da ADP sobre a evolução do emprego no sector privado, em Fevereiro, bem como o Livro Bege da Fed.


 

Petróleo em contagem nos EUA

A Administração de Informação em Energia (sob a tutela do Departamento norte-americano da Energia) divulga os dados relativos aos inventários de crude dos EUA na semana passada, bem como os stocks de destilados e gasolina.

Na sessão de ontem, as cotações do "ouro negro" cederam parte dos ganhos devido à estimativa de que será hoje anunciado um aumento das reservas norte-americanas.

 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Anónimo 07.03.2018

é assim a vida
mas Bcp continua a ser o título que mais sobe este ano a valorizar 7%
Bcp esteve hoje a desvalorizar mais de 2,5% , que perto das 15:30 chegou a estar a perder apenas 0,20% , mas os shorters puxaram logo novamente o tílulo para baixo, para ganharem mais uns trocos
quase 7% seguidos de desvalorização desta cotada que é bom que o Bcp se mantenha em torno dos 29 ou 30 centimos, para dentro de dias possa começar a voar para os 33, 34, 35 centimos.
está quase a passar um Mês que sairam os resultados de 2017 do Bcp, como dizia o "massa bruta", para sairmos nesse Mês a seguir aos resultados anuais de 2017
eu creio também que mais para a semana que fará um Mês. o Bcp começe a dar um ar da sua graça, até a saida dos próximos resultados trimestais, em Maio, que agora a cotada tem estado em consolidação, pelas fortes subidas
uma coisa é certa, se continuarem os lucros, este valor de 29 centimos é baixo para o valor real da cotação.
que será preciso calma, e deixar respirar

pub