Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Esta quinta-feira os bancos centrais de Inglaterra e do Japão irão anunciar as suas decisões de política monetária, não se esperando novidades. Na Europa, os mercados deverão estar a reagir ao anúncio da Fed de um abrandamento no ritmo de subidas da taxa directora em 2019, mas que ficou aquém do que os investidores esperavam.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Negócios 20 de dezembro de 2018 às 07:30
Fed projecta duas subidas dos juros em 2019 e desilude mercado

Sem surpresas, a Reserva Federal dos Estados Unidos decretou ontem, às 19:00 de Lisboa, uma nova subida da taxa de juro directora, a quarta em 2018. Além disso, o banco central norte-americano reduziu de três para dois o número de aumentos previstos para o próximo ano. 

 

Só que, em Wall Street, os investidores esperavam uma redução ainda maior no ritmo de subida dos juros – ou até mesmo uma pausa –, pelo que a expectativa de dois aumentos em 2019 levou as bolsas norte-americanas a afundar. Na Europa, os mercados accionistas já estavam encerrados quando o comunicado da Fed foi divulgado, pelo que deverão estar hoje a reagir.

 

Banco de Inglaterra e Banco do Japão mantêm taxas de juro

Depois do BCE na semana passada e da Fed ontem, o Banco de Inglaterra e o Banco do Japão anunciam esta quinta-feira as suas decisões sobre as taxas de juro nos países.

 

Não são esperadas mexidas nos juros, mas estas autoridades monetárias poderão deixar pistas sobre a retirada de estímulos, podendo o Banco de Inglaterra voltar também a destacar os riscos do Brexit para a estabilidade financeira.

 

EDP conclui venda das mini-hídricas

Ontem foram duas as notícias em torno da eléctrica nacional, que poderão fazer com que a cotada liderada por Antóxio Mexia esteja a reagir esta quinta-feira em bolsa.

 

A EDP anunciou a conclusão da venda das mini-hídricas, numa operação avaliada em 164 milhões de euros. A eléctrica tinha anunciado no dia 9 de Novembro que tinha chegado a um acordo para a venda de 100% da EDP Small Hydro. Esta quarta-feira, revelou que a operação foi concluída.

 

Por outro lado, a EDP revelou que vai manter os processos contra o Governo relativos à taxa da energia. Apesar de ter chegado a acordo para pagar a taxa da energia, a eléctrica vai manter as acções judiciais que tem em curso contra a medida desde 2017.

 

INE divulga taxas implícitas no crédito à habitação

Por cá, o Instituto Nacional de Estatística (INE) divulga as taxas de juro implícitas no crédito à habitação, em Novembro. No resto da Europa, destaque para as vendas a retalho no Reino Unido e para os dados da produção industrial em Itália.

 

Nos EUA, destaque para os pedidos de subsídio de desemprego relativos à semana terminada a 15 de Dezembro.

 

Juros italianos aliviam para mínimos de Agosto

As tréguas entre Roma e Bruxelas tiveram impacto imediato nos juros italianos. Com efeito, na sessão de ontem os investidores mostraram-se mais tranquilos com a aprovação por parte da Comissão Europeia da nova proposta de Orçamento do Estado para 2019 do Governo italiano. Os juros a dez anos da dívida pública italiana aliviaram para mínimos de Agosto deste ano. 

Depois de várias semanas de confronto com Bruxelas sobre as metas orçamentais para o próximo ano, o Governo italiano cedeu e reduziu o valor do défice orçamental (de 2,4% para 2,04% do PIB em 2019), o que permitiu selar um acordo com a Comissão Europeia. Esta cedência foi o culminar de várias semanas de negociações e conflitos entre as duas partes, um processo de incerteza que agravou os juros italianos.

 




Marketing Automation certified by E-GOI