Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Esta quinta-feira a Sonae Capital entra em ex-dividendo, o que significa que as suas ações deixam de conferir direito à remuneração acionista por conta dos resultados do ano passado.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Negócios 23 de maio de 2019 às 07:30
Sonae Capital desconta dividendo

A Sonae Capital entra hoje em ex-dividendo, o que significa que as ações detidas deixam de conferir direito à remuneração acionista já anunciada – por conta dos resultados de 2018 – e que começa a ser paga a partir de 27 de maio.

 

A empresa liderada por Miguel Gil Mata vai distribuir um dividendo ilíquido de 7,4 cêntimos por ação, o que representa uma subida de 23% face à remuneração de 6 cêntimos por ação no ano passado.

 

PMI dos serviços na Zona Euro em foco

Na Zona Euro teremos hoje a publicação dos índices dos gestores de compras (PMI) da IHS Markit, relativos a maio. Serão divulgados os PMI compósitos, bem como os dados desagregados para os serviços. Serão também divulgados os mesmos indicadores para França e Alemanha.

 

Nos Estados Unidos, destaque para os dados relativos aos pedidos de subsídio de desemprego na semana passada, bem como os números sobre as vendas de casas novas em abril.

 

Evolução do PIB e do índice de confiança na Alemanha

O produto interno bruto da Alemanha deverá ter crescido 0,4% no primeiro trimestre de 2019, segundo as previsões da Bloomberg.

 

Além dos números da economia será ainda divulgada a evolução mensal dos índices de confiança medidos pelo instituto Ifo. Os mais recentes desenvolvimentos em torno do tema das tarifas poderão ter deteriorado a confiança dos empresários alemães.

 

Relatos da última reunião do BCE

Os investidores ficarão esta quinta-feira a conhecer os relatos relativos à ultima reunião da autoridade monetária europeia, realizada em abril.

 

Ao longo da semana, vários membros do Banco Central Europeu têm discursado em diferentes eventos.

 

Avon comprada pela brasileira Natura

A Natura Cosmeticos anunciou ontem que estava prestes a fechar um acordo de compra da Avon. Apesar de não terem sido avançados montantes, o Financial Times sublinhou que este acordo avalia a Avon em mais de dois mil milhões de dólares.

 

A Natura já detém a Body Shop e tem a Avon em vista para se tornar líder destacada nos cosméticos no mercado brasileiro e expandir a sua quota nos EUA, destaca o jornal Estadão. E a notícia foi bem recebida nos mercados, com as duas empresas a dispararem em bolsa. Com a confirmação do acordo, o movimento de subida prosseguirá?

 




Marketing Automation certified by E-GOI