Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Esta sexta-feira, responsáveis do Banco de Inglaterra e do Banco de Itália falam sobre política monetária. Por cá teremos o relatório do FMI relativo a Portugal e a Inapa deverá estar a reagir ao anúncio da conclusão da compra da Papyrus, devendo a EDP refletir também os dados relativos à produção de eletricidade no primeiro semestre.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Negócios 12 de julho de 2019 às 07:30
EDP produz menos 11% de eletricidade no primeiro semestre

A EDP registou uma quebra de 11% na produção de eletricidade no primeiro semestre do ano, de acordo com os dados operacionais publicados na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). A contribuir para esta evolução esteve a produção hídrica, com uma quebra de 43% no período em análise, o que estará relacionado com a venda de mini-hídricas em Portugal e no Brasil no último trimestre do ano passado. A produção a carvão também desceu 19%. Já a produção de energia eólica aumentou 4%, enquanto a solar cresceu 25%. A produção a gás natural aumentou 73%.

A empresa liderada por António Mexia revelou ainda que a capacidade instalada cresceu 2% nos últimos 12 meses para 27,3 GW, com 74% a ter origem em energias renováveis.

 

Inapa fecha compra da Papyrus Deutschland

A Inapa anunciou ontem ao final da tarde a conclusão da compra da empresa alemã Papyrus Deutschland, um negócio que foi anunciado em outubro do ano passado e cujo valor não é conhecido.

 

A transação, que produzirá efeitos a partir de 31 de julho, recebeu luz verde da concorrência alemã na passada quinta-feira, a única condição a que estava sujeito o contrato de compra e venda assinado há quase nove meses.

 

Mark Carney discursa em Londres

Depois de ter sido apontado como um potencial candidato a suceder a Christine Lagarde no FMI, o governador do Banco de Inglaterra, Mark Carney, fará uma intervenção na London Business School.

 

Dois outros responsáveis de política monetária discursam também hoje: Gertjan Vlieghe, membro do comité de política monetária do Banco de Inglaterra, que é orador num evento em Londres; e o governador do Banco da Itália, Ignazio Visco, que fala em Milão.

 

FMI apresenta relatório sobre Portugal

O Fundo Monetário Internacional (FMI) divulga hoje o relatório sobre Portugal, ao abrigo do artigo 4º, em que faz um exame às finanças públicas e aos desenvolvimentos económicos do país. As previsões do FMI para o défice em 2019 são de 0,2% do PIB e para o crescimento da economia são de 1,7%.

 

Por outro lado, o Eurostat apresenta esta sexta-feira os dados relativos à produção industrial na Zona Euro em maio.

 

DBRS pode mexer no rating de Itália

A agência canadiana DBRS poderá hoje pronunciar-se sobre o "rating" de Itália. Na semana passada, Roma apresentou novas medidas que permitem que o défice orçamental se situe nos 2,04% do PIB este ano, pelo que Bruxelas decidiu suspender o procedimento por défices excessivos, o que significa que Itália conseguiu evitar sanções.

 

Recorde-se que os relatórios sobre os "ratings" e perspectivas para as dívidas soberanas podem não ser publicados, uma vez que o calendário de eventuais revisões das notações soberanas é apenas indicativo.

 




Marketing Automation certified by E-GOI