Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Esta quinta-feira os olhos estão voltados para a AG virtual da elétrica nacional. Lá fora, o destaque vai para os números dos novos pedidos de subsídio de desemprego nos EUA, bem como para a reunião do Ecofin.

newsletter cinco coisas
Negócios jng@negocios.pt 16 de Abril de 2020 às 07:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
EDP estreia assembleia virtual dos "grandes"

A primeira prova de fogo em relação às assembleias exclusivamente telemáticas, ou seja, virtuais, vai acontecer já esta quinta-feira com a reunião magna da EDP, uma das cotadas com maior número de acionistas minoritários. Os particulares tinham, no final de 2019, 6% do capital da elétrica.

 

Recorde-se que o conselho de administração da EDP decidiu manter o dividendo em 19 cêntimos por ação, em linha com a política de distribuição de dividendos seguida nos últimos três anos, levando hoje essa proposta aos acionistas.

 

Novos pedidos de subsídio de desemprego nos EUA

Os novos pedidos de subsídio de desemprego nos EUA deverão permanecer em níveis muito elevados, depois de na semana anterior mais de seis milhões de americanos terem recorrido a estes apoios, devido aos efeitos da covid-19.

 

Contabilizando as três semanas anteriores, os novos pedidos de subsídio de desemprego superaram os 16,8 milhões de euros, cerca de 10% da força laboral dos EUA. Agora espera-se que na semana terminada a 11 de abril tenha havido um aumento de 5,1 milhões – o que, a confirmar-se, elevará para perto de 22 milhões os pedidos feitos nas últimas quatro semanas.

 

O sub-20 do petróleo está aí

O petróleo sub-20 dólares já chegou, diz a CNN Business. E isto apesar da intervenção dos grandes países produtores, cujo corte de produção a partir do próximo mês deverá ascender a 19,5 milhões de barris por dia. Mas um dos problemas reside precisamente no período temporal, pois só em maio é que a retirada de crude começará a ser efetivada, pelo que este mês continua a chegar muito "ouro negro" a um mercado fortemente penalizado pela queda da procura, que a Agência Internacional da Energia (AIE) prevê que diminua em 29 milhões de barris diários em abril devido às medidas de confinamento decorrentes da pandemia de covid-19 que reduziram a utilização de veículos e retraíram a atividade económica.

 

Entretanto, ontem ao fim do dia a Administração Trump disse estar a ponderar pagar aos produtores petrolíferos norte-americanos para deixarem o crude nos poços. Ou seja, quer pagar para que as perfuradoras não trabalhem. Por seu lado, a AIE sublinhou que os EUA registarão uma queda "sem precedentes" na sua produção de petróleo este ano devido aos baixos preços – que dificultam grandemente a vida às empresas do "shale oil" [petróleo extraído das rochjas de xisto betuminoso] norte-americano – e aos elevadíssimos stocks desta matéria-prima no país.

 

À conta deste panorama os preços do petróleo afundaram ainda mais na sessão de hoje – o West Texas Intermediate, referência para os EUA, negociou em mínimos de 18 anos, nos 19,20 dólares por barril.

 

Ecofin sobre pandemia centra atenções

Os ministro das Finanças dos Estados-membros da UE (Ecofin) reúnem-se esta quinta-feira, por videoconferência, para debater o impacto económico e resposta coordenada à pandemia de Covid-19.


Também hoje os quatro maiores grupos pró-europeus do Parlamento Europeu defendem que os líderes da UE devem chegar a acordo para a emissão de "obrigações de recuperação", títulos garantidos pelo orçamento de longo prazo da União Europeia.

 

FMI e Banco Mundial prosseguem reuniões de Primavera

As reuniões virtuais dos Conselhos de Governadores do Grupo do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional (FMI), iniciadas na terça-feira, dia 14, prosseguem hoje e decorrem até amanhã.

 

Para esta quinta-feira está agendado o plenário e posterior conferência de impresa do Comité Monetário e Financeiro Internacional (IMFC).

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias