Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ações da Fastly resistem ao apagão

A tecnológica deitou abaixo dezenas de websites durante a manhã de terça-feira mas não foi punida pelos investidores que, ao verem a empresa a fazer manchetes, decidiram apostar.

Getty
João Ruas Marques 09 de Junho de 2021 às 19:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Apesar de ser responsável pelo 'apagão' que encerrou os websites de empresas e órgãos de comunicação social como a Google ou o The New York Times, as açãões da Fastly, empresa responsável pelo alojamento deste websites, não perdeu valor ao longo do dia de hoje. Os investidores estão a confiar nas manchetes, mesmo que não sejam as melhores.

O encerramento dos websites foi causado por um bug ativado quando um dos utilizadores da plataforma alterou algumas configurações. E apesar de a Fastly poder agora ser alvo de ação judicial, segundo alguns analistas, isso parece não ter prejudicado a empresa.

Ou pelo menos o seu valor, já que durante a tarde desta quarta-feira as ações apenas cediam cerca de meio ponto percentual, a valerem 55,75 dólares. Na terça-feira, a empresa tinha fechado o dia a cotar nos 56,20 dólares por ação e, apesar de agora deslizar, continua acima dos 49,91 dólares a que negociouna manhã de terça-feira.

Ao New York Post, o analista Dan Ives, da Wedbush Securities, explica que as ações da Fastly estão a ser "impulsionadas pelo retalho e não pelos investidores institucionais, que já teriam dado um passo atrás". Segundo Ives, os investidores particulares têm vindo a comprar ações da empresa porque esta tem feito manchetes em todo o mundo, embora não seja pelos melhores motivos.

Ao longo das últimas 24 horas, e segundo o jornal de Nova Iorque, a Fastly era a ação mais mencionada no fórum r/stocks, do Reddit, embora se tenha mantido fora do top 10 do fórum de mercados mais conhecido da plataforma, o r/WallStreetBets – responsável pela saga das ações da GameStop.

Ver comentários
Saber mais mercados fastly apagão da internet meme stocks
Outras Notícias