Mercados Hélder Rosalino: Libra do Facebook dificilmente verá a luz do dia

Hélder Rosalino: Libra do Facebook dificilmente verá a luz do dia

A moeda do Facebook deverá enfrentar dificuldades regulatórias, devido aos riscos que implica para a própria estabilidade financeira.
Hélder Rosalino: Libra do Facebook dificilmente verá a luz do dia
Correio da Manhã
Patrícia Abreu 03 de outubro de 2019 às 11:16

A intenção do Facebook em avançar com a sua própria moeda, a Libra, surpreendeu o mercado. Mas sair do plano das intenções à realidade poderá ser mais difícil. Para Hélder Rosalino, ao contrário do que aconteceu com as moedas virtuais, a Libra está a gerar preocupação junto dos decisores políticos e reguladores mundiais, o que poderá dificultar a criação desta moeda.

 

"A Libra é algo em que a inovação é muito disruptiva. Nunca as criptomoedas criaram a preocupação junto dos decisores políticos e reguladores que a libra está a criar", realçou o administrador do Banco de Portugal, numa conferência da CMVM no âmbito da semana mundial do investidor.

 

De acordo com o mesmo responsável o principal risco que esta moeda traz é ao nível da estabilidade financeira mundial, uma vez que ao contrário das outras moedas virtuais, que não cumpriam requisitos de reserva de valor, a libra é uma moeda que se pretende que seja estável.

 

"Há a garantia que a moeda funcionaria como moeda de valor e de reserva", explica Hélder Rosalino, acrescentando que a Libra poderia criar uma disrupção do sistema monetário como o conhecemos, uma preocupação que poderá levar a que "a libra tenha dificuldade em ver a luz do dia".

 

"Não podemos aceitar [esta moeda] sem estar esclarecidos sobre o impacto. As dificuldades vão ser muito grandes", remata.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI