Mercados SIC aumenta oferta de obrigações para 51 milhões

SIC aumenta oferta de obrigações para 51 milhões

O canal de televisão da Impresa vai aumentar o valor da oferta de obrigações. Pretende agora emitir 51 milhões de euros. A procura já supera os 86 milhões de euros, segundo a empresa.
SIC aumenta oferta de obrigações para 51 milhões
Cristina Ferreira é um dos rostos da campanha da emissão de obrigações da SIC
Liliana Pereira
Sara Ribeiro 21 de junho de 2019 às 17:51

A SIC decidiu elevar o valor da oferta pública de subscrição de obrigações de 30 milhões de euros para 51 milhões de euros, um sinal de que estará a receber uma forte procura por parte dos investidores de retalho. Aliás, segundo a Impresa, a procura supera os 86 milhões de euros.

Com esta atualização, em vez dum milhão de títulos, a empresa vai emitir até 1,7 milhões de obrigações no retalho, segundo a adenda ao prospeto da emissão que foi publicado esta sexta-feira na CMVM.

Recentemente, a TAP também reviu em alta o valor da oferta pública de subscrição de obrigações que tinha previsto de 50 milhões de euros para 200 milhões de euros. Esta emissão, cujo período de subscrição terminou esta semana, captou mais de 6 mil investidores.

O período de subscrição dos títulos da SIC, cada um com um valor nominal de 30 euros e uma maturidade de três anos, arrancou a 17 de junho e decorre até 4 de julho. O objetivo passa por admitir as obrigações na bolsa portuguesa a 10 de julho, sendo que a sessão especial de apuramento de resultados está prevista para 5 de julho.

No prospeto, a SIC explica que o objetivo desta operação visa "diversificar as fontes de financiamento e alargar a maturidade média da dívida" da empresa.

Os investidores terão de comprar um mínimo de 50 obrigações, pelo que o investimento mínimo é de 1.500 euros. As ordens podem ser revogadas até 2 de julho.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI