Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Recuperação do petróleo passa factura nos combustíveis

Após as fortes quedas, as cotações recuperaram. O barril já esteve nos 35 dólares, catapultando o valor dos derivados. O preço do diesel nos mercados internacionais disparou, numa semana, quase 10%. Vai subir nos postos nacionais.

Reuters
Paulo Moutinho 29 de Janeiro de 2016 às 09:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 13
  • ...

Os preços dos combustíveis têm vindo a afundar, reduzindo os custos para as famílias portuguesas. Caíram a acompanhar os mínimos do petróleo que, contudo, tem vindo a recuperar. As fortes valorizações registadas nas últimas sessões estão a fazer disparar os preços do gasóleo e da gasolina nos mercados internacionais. Subidas expressivas que vão custar mais alguns cêntimos por litro na hora de atestar o depósito do automóvel a partir da próxima semana.


Tanto o West Texas Intermediate, em Nova Iorque, como o Brent, em Londres, tocaram em mínimos de 12 anos. Chegaram aos 26 dólares, mas em pouco tempo regressaram aos 30. E na última sessão, perante a especulação em torno de negociações entre a OPEP e a Rússia para cortarem a produção, colmatando o excesso de oferta, as cotações dispararam. O Brent chegou mesmo a cotar acima dos 35 dólares, nos a 35,854 dólares, enquanto o WTI chegou aos 34,82. Subidas que puxaram pelos derivados.


Tanto o gasóleo como a gasolina subiram nos mercados internacionais, na semana. De acordo com os cálculos do Negócios, com base nos dados da Bloomberg, o diesel registou a subida mais expressiva, com o preço médio semanal da tonelada métrica a valorizar 9,68% para 259,72 euros. A gasolina ficou 3,8% mais casa, com a tonelada a valer 350 euros.


Estas fortes subidas vão fazer com que os preços de venda dos combustíveis nos postos de abastecimento nacionais subam na próxima semana. O gasóleo, o combustível mais utilizado em Portugal (cerca de 80% do total), apresente uma subida entre dois a 2,5 cêntimos. Já no caso da gasolina há margem para que o valor de venda suba entre um e 1,5 cêntimos.


Se no caso da gasolina o aumento afasta ainda mais o valor de venda do euro, podendo a simples 95 passar de um preço médio de 1,259 para 1,274 euros por litro, no diesel a subida manterá os valores na casa dos cêntimos. O preço médio está em 0,976 euros, segundo a DGEG. Poder ficar mais perto de um euro, mas continuará a haver vários postos com valores bem aquém.

Ver comentários
Saber mais combustíveis gasolina gasóleo mercado cotações petróleo simples "premium" normais preços subida
Mais lidas
Outras Notícias