Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Agência Internacional da Energia antevê aumento do preço do petróleo

A Agência Internacional da Energia e a Arábia Saudita antecipam um aumento da procura do petróleo, que irá reequilibrar os preços. Mas o aumento das reservas continua, esta quinta-feira, a pressionar a matéria-prima.

Bloomberg
Vera Ramalhete veraramalhete@negocios.pt 26 de Fevereiro de 2015 às 18:55
  • Partilhar artigo
  • ...

A Agência Internacional da Energia (AIE) prevê a recuperação dos preços do petróleo nos próximos meses, motivada pelo aumento da procura e diminuição da oferta, noticia a Bloomberg. O economista-chefe da AIE Faith Birol afirmou esta quinta-feira que o preço mais baixo provoca uma pressão para a diminuição da oferta e estimula a procura, reequilibrando a curva. 

 

"Como resultado dos preços mais baixos, há uma pressão para a diminuição da oferta (…) e para o aumento da procura", afirmou o economista numa conferência em Londres, citado pela Bloomberg.

 

45 dólares por barril é um preço insustentável para o petróleo, afirmou também Faith Birol. Para a AIE, os cortes no investimento das petrolíferas nos Estados Unidos, Rússia e Brasil, suscitados pelos preços baixos, vão diminuir o crescimento da produção, reequilibrando a oferta e procura. 

 

As previsões da AIE vão de encontro às declarações do ministro do petróleo da Arábia Saudita, Ali Al-Naimi, que disse que a procura do petróleo está a aumentar. O membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) afirmou também esta quarta-feira, dia 26 de Fevereiro, que o mercado está a acalmar.

 

Contudo, os dados oficiais relevados nos Estados Unidos que indicam um aumento das reservas pretrolíferas em 8,43 milhões de barris na semana passada para um total de 48,7 milhões, continuam a pressionar os preços. Depois das valorizações acima de 3% na sessão anterior, o petróleo voltou a cair esta quinta-feira, com a divulgação destes dados.

 

O West Texas Intermediate (WTI), negociado em Nova Iorque, recua 3,10% para os 49,41 dólares por barril. O Brent, negociado em Londres, que serve de referência para a Europa, cai 1,09%, para os 60,96 dólares por barril.

Ver comentários
Saber mais Agência Internacional da Energia AIE petróleo WTI West Texas Intermediate Brent
Outras Notícias