Mercados num minuto Abertura dos mercados: Bolsas europeias sem rumo. Lira recupera pela segunda sessão e cobre cai para mínimos

Abertura dos mercados: Bolsas europeias sem rumo. Lira recupera pela segunda sessão e cobre cai para mínimos

As bolsas europeias estão divididas entre ganhos e perdas, enquanto o petróleo segue em terreno negativo e a lira recupera pela segunda sessão.
Abertura dos mercados: Bolsas europeias sem rumo. Lira recupera pela segunda sessão e cobre cai para mínimos
Reuters
Rita Faria 15 de agosto de 2018 às 09:13

Os mercados em números

PSI-20 desce 0,13% para 5.497,11 pontos

Stoxx 600 sobe 0,11% para 385,34 pontos

Nikkei desvalorizou 0,68% para 22.204,22 pontos

Juros da dívida portuguesa a dez anos recuam 1,5 pontos para 1,802%

Euro desce 0,08% para 1,1335 dólares

Petróleo em Londres cai 0,48% para 72,11 dólares o barril

 

Bolsas europeias sem tendência definida

As bolsas europeias estão a negociar sem tendência definida esta quarta-feira, 15 de Agosto, com os principais índices divididos entre ganhos e perdas pouco acentuadas. Isto numa sessão em que não se espera a divulgação de indicadores económicos de relevância nem estão agendados eventos capazes de mexer significativamente com os mercados accionistas do Velho Continente.

 

O índice de referência para a Europa, o Stoxx600, sobe 0,11% para 385,34 pontos, com as perdas no sector mineiro a contrastarem com as subidas na banca e no sector dos media.

 

Na bolsa nacional, o PSI-20 desce 0,13% para 5.497,11 pontos, penalizado sobretudo pela EDP Renováveis, Galp e Navigator. A EDP Renováveis cai 0,63% para 8,745 euros, a Galp desvalorizou 0,23% para 17,645 euros e a Navigator desliza 0,93% para 4,454 euros.

 

Juros portugueses em queda antes de emissão

Os juros associados à dívida portuguesa estão a descer em todas as maturidades, no dia em que o IGCP vai voltar ao mercado para tentar captar até mil milhões de euros numa dupla emissão de bilhetes do Tesouro a três e 11 meses.

 

A yield associada às obrigações portuguesas a dez anos cai 1,5 pontos para 1,802%, acompanhando a tendência que se estende à generalidade dos países do euro. Em Espanha, os juros a dez anos recuam 0,8 pontos para 1,406%, em Itália descem 1,7 pontos para 3,013% e na Alemanha contrariam a tendência com uma subida de 0,2 pontos para 0,329%.

 

Lira recupera pela segunda sessão

Depois de ter atingido sucessivos mínimos históricos face ao dólar, a lira turca está a valorizar pela segunda sessão consecutiva, apoiada nas medidas implementadas pelo banco central para controlar o colapso da moeda. A lira ganha 7,22%, depois de já ontem ter avançado 8,55%.

 

Esta evolução acontece no dia em que o governo anunciou a sua resposta à duplicação das tarifas imposta pelo presidente Donald Trump na passada sexta-feira. Segundo o decreto publicado esta quarta-feira, a Turquia vai agravar as tarifas aplicadas a uma série de bens dos EUA, incluindo álcool, tabaco e automóveis.

 

Petróleo cai antes dos dados das reservas 

O petróleo segue em queda nos mercados internacionais, antes de serem divulgados os dados da Administração de Informação de Energia dos EUA sobre as reservas de crude norte-americana. Segundo os números do Instituto do Petróleo Americano, os inventários aumentaram em 3,66 milhões de barris na semana passada.

 

O West Texas Intermediate (WTI), negociado em Nova Iorque, desce 0,66% para 66,60 dólares, enquanto o Brent, transaccionado em Londres, recua 0,48% para 72,11 dólares.

 

Cobre em mínimos de Julho de 2017

 

O cobre baixou a barreira dos 6 mil dólares, devido aos receios de que a crise na Turquia se espalhe pelos mercados emergentes, penalizando a procura que já está a ser afectada pelas tensões entre os Estados Unidos e a China.

O cobre desceu 1,9% para 5.928 dólares por tonelada, o valor mais baixo desde Julho do ano passado.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI