Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Alemanha financia-se a cinco anos com juros negativos

Foi a primeira vez que a Alemanha foi ao mercado financiar-se a cinco anos conseguindo uma taxa de juro negativa. Berlim emitiu mais de três mil milhões de euros.

Reuters
Negócios 25 de Fevereiro de 2015 às 10:41
  • Assine já 1€/1 mês
  • 20
  • ...

A Alemanha foi esta quarta-feira, 25 de Fevereiro, ao mercado financiar-se, tendo emitido 3.281 milhões de euros. O montante indicativo da emissão de hoje era de 4.000 milhões de euros. Mas a diferença de números não está relacionada com a falta de procura, já que está ascendeu a 6.465 milhões de euros.  

 

Berlim acordou pagar uma taxa de juro média de -0,08%, de acordo com a Bloomberg, o que compara com os 0,04% pagos no último leilão comparável e que ocorreu a 21 de Janeiro. Esta é a primeira vez que a Alemanha se financia a juros negativos numa emissão a cinco anos.

 

A Bloomberg realça que esta é a emissão com o juro mais baixo de sempre na Zona Euro, superando a taxa média de -0,02% paga pela Finlândia numa emissão que realizou no início de Fevereiro. 

 

Uma taxa de juro negativa implica que os investidores percam dinheiro. Ou seja, quando as obrigações chegarem à maturidade os investidores vão resgatar menos dinheiro do que o valor investido. 

 

No mercado secundário, ou seja, onde os investidores negoceiam entre si a dívida, as taxas de juro implícitas nas obrigações alemãs estão a registar quedas ligeiras. Na maturidade a cinco anos a "bund" está nos -0,073%. A 10 anos a taxa encontra-se nos 0,340%.

 

A contribuir para esta evolução das taxas de juro está a aproximação do início do programa do Banco Central Europeu (BCE) de compra de dívida soberana. O programa do BCE permite a compra de pelo menos 1,1 biliões de euros de títulos até Setembro de 2016, a um ritmo de 60 mil milhões de euros por mês. 

 

(Notícia actualizada às 11h04 com mais informação)

Ver comentários
Saber mais Alemanha dívida obrigações
Mais lidas
Outras Notícias