Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDP compra 680 milhões em dívida com maturidade em 2075

A oferta colocada ao mercado registou uma boa adesão, já que apenas os detentores de 69,2 milhões de euros em títulos (menos de 10% do total) não aceitaram a proposta.

#18 - Antóno Mexia
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 21 de Janeiro de 2020 às 10:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A EDP já definiu os termos finais da oferta de compra de obrigações que tinha pré-anunciado na semana passada. A elétrica aceitou comprar 680,2 milhões de euros de dívida híbrida subordinada que chega à maturidade em 2075, o que representa a quase totalidade dos títulos emitidos em 2015.

 

Estes resultados mostram que a oferta colocada ao mercado registou uma boa adesão, já que apenas os detentores de 69,2 milhões de euros em títulos (menos de 10% do total) não aceitaram a proposta.

 

A EDP, segundo um comunicado à CMVM, vai pagar um preço de 106,53% por cada obrigação, bem como os "juros corridos a respeito dos valores mobiliários aceites para compra no âmbito da oferta".

 

Estes títulos de dívida híbrida subordina que a EDP está agora a recomprar foram emitidos em setembro de 2015. A elétrica pagou na altura uma taxa de juro de 5,5% para colocar estes títulos a 60 anos, o que se situa bem acima do atual custo de financiamento da empresa liderada por António Mexia.
 

Na semana passada a EDP emitiu 750 milhões de euros em obrigações híbridas verdes com maturidade em 2080 e possibilidade de reembolso ao fim de 5 anos e meio. Os títulos foram emitidos com uma taxa de 1,75%.

 

Este encaixe, que a EDP terá que alocar a projetos de energia renovável, mais do que compensa o dinheiro que a elétrica vai gastar agora na recompra das obrigações com maturidade em 2075.  

 

No comunicado emitido esta terça-feira, a EDP salienta que o propósito da oferta de compra, "lançada em conjunto com uma nova emissão de instrumentos representativos de dívida green subordinada, é gerir proativamente os instrumentos híbridos da EDP".

Ver comentários
Saber mais EDP obrigações dívida subordinada
Mais lidas
Outras Notícias