Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo pede autorização para se endividar até 10.000 milhões em 2019

O limite de endividamento proposto pelo Executivo para 2019 é inferior ao do ano passado.

Lusa
Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 16 de Outubro de 2018 às 00:39
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Executivo liderado por António Costa pediu a autorização para se endividar em até 10.000 milhões de euros, no próximo ano, para financiar o Orçamento para o próximo ano. O valor avançado no documento entregue esta noite é ligeiramente inferior aos 10.200 milhões fixados um ano antes.

"Para fazer face às necessidades de financiamento decorrentes da execução do Orçamento do Estado, incluindo os serviços e fundos dotados de autonomia administrativa e financeira, o Governo fica autorizado a aumentar o endividamento líquido global directo até ao montante máximo de 10.000.000.000 de euros", pode ler-se na proposta do Orçamento do Estado para 2019.

Este montante implica uma descida do tecto de endividamento, face aos 10.200 milhões de euros do ano anterior, num ano em que o ministro das Finanças Mário Centeno prevê alcançar um défice orçamental de 0,2%. O governante destacou, na entrega do documento esta noite que este "é um Orçamento que permite continuar a cumprir o contrato de confiança com os portugueses e todos os compromissos internacionais".

Ver comentários
Saber mais financiamento Orçamento do Estado endividamento obrigações
Mais lidas
Outras Notícias