Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo valoriza com menos poços activos nos EUA

A produção de petróleo recuou nos EUA, algo que reflecte a queda no número de poços activos. E as apostas na queda da cotação da matéria-prima também recuaram. Factores que estão a impulsionar o preço do petróleo esta segunda-feira.

petróleo
Bloomberg
André Tanque Jesus andrejesus@negocios.pt 07 de Março de 2016 às 11:17
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O petróleo está a negociar em alta esta segunda-feira, 7 de Março. O Brent, transaccionado em Londres, valoriza 1,21% para 39,19 dólares por barril, naquela que é a sexta sessão de ganhos consecutiva. Já o West Texas Intermediate, em Nova Iorque, está a somar 1,39% para 36,42 dólares.

A impulsionar a matéria-prima nesta sessão está a redução do número de poços de extracção activos nos EUA. Segundo os dados publicados pela Baker Hughes, passaram de 400 para 392 poços na última semana. Este é o valor mais baixo desde Dezembro de 2009, após 11 semanas consecutivas de quedas.

Isto depois de a Agência de Informação de Energia dos EUA ter revelado que a produção de petróleo recuou para 9,08 milhões de barris por dia entre 22 e 26 de Fevereiro, a sexta semana consecutiva. Reflexo dos ganhos do petróleo são, contrariamente, as apostas nas quedas. É que as posições curtas na matéria-prima caíram 15% no período de cinco sessões terminado a 1 de Março.

Esta evolução acontece numa altura em que os membros da Organização de Países Exportadores de Petróleo preparam-se para uma reunião, que deverá culminar no congelamento dos níveis de produção. Isso mesmo acordaram a 16 de Fevereiro a Arábia Saudita, Rússia, Qatar e Venezuela, num encontro em Doha.

Ver comentários
Saber mais petróleo OPEP Organização dos Países Produtores de Petróleo Arábia Saudita AIE Agência Internacional de Energia Brent WTI matérias-primas mercados
Mais lidas
Outras Notícias