Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Taxas Euribor renovam mínimos em todos os prazos

A expectativa que o BCE vai adoptar mais medidas de estímulo continua a pressionar em baixa as taxas interbancárias, com o indexante a seis meses a fixar-se em -0,024%.

Andrew Harrer/Bloomberg
Negócios com Lusa 20 de Novembro de 2015 às 11:10
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

As taxas Euribor voltaram a cair para novos mínimos de sempre a três, seis, nove e 12 meses.    

 

A taxa Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação e que desceu para terreno negativo pela primeira vez a 6 de Novembro, foi hoje fixada em -0,024%, novo mínimo e menos 0,5 pontos base do que na véspera.   

 

A descida destas taxas interbancárias surge numa altura e quem parece mais certo que o Banco Central Europeu vai avançar com mais medidas de estímulo à economia, sendo que uma das medidas em cima da mesa passará por descer ainda mais a taxa dos depósitos, que já está em terreno negativo (-0,2%).

 

"Se decidirmos que a trajectória actual da nossa política não é suficiente para atingir esse objectivo, faremos o que for necessário para aumentar a inflação o mais rápido possível", disse Draghi esta sexta-feira em Frankfurt. A próxima reunião de política monetária do BCE está marcada para o próximo dia 3 de Dezembro em Frankfurt.

 

A Euribor a três meses, em terreno negativo desde 21 de Abril passado, foi fixada em -0,095%, novo mínimo de sempre e menos 0,3 pontos base do que na quinta-feira.

 

A taxa Euribor a 12 meses desceu hoje para 0,068%, novo mínimo e menos 0,6 pontos do que na quinta-feira.

 

No mesmo sentido, a nove meses, a Euribor caiu para um novo mínimo, designadamente para 0,016% e menos 0,005 pontos do que na quinta-feira.

 

As Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de 57 bancos da zona euro está disposto a emprestar dinheiro entre si no mercado interbancário.

Ver comentários
Saber mais Euribor taxa de juro crédito à habitação BCE
Outras Notícias