Nova Lei de Bases "não vai resolver" todos os problemas da Saúde

A ex-ministra da Saúde e presidente da comissão que apresentou proposta de nova Lei de Bases defende ainda que é preciso "uma nova Administração Pública na saúde".
Nova Lei de Bases "não vai resolver" todos os problemas da Saúde
Inês Gomes Lourenço/Correio da Manhã
João D'Espiney 03 de outubro de 2018 às 20:06
A futura Lei de Bases da Saúde "não vai resolver" todos os problemas e responder a todos os desafios que se colocam ao sector mas "vai habilitar a resolver". Quem o diz é Maria de Belém Roseira, a presidente da comissão nomeada pelo Governo para apresentar uma nova proposta de Lei de Bases.

A ex-ministra da Saúde falava esta quarta-feira, 3 de Outubro, durante a mesa redonda sobre os "Desafios e Contributos para uma Saúde mais sustentável em Portugal", realizada no âmbito da conferência e cerimónia de entrega dos prémios da VII edição da "Saúde Sustentável", uma iniciativa do Negócios em parceria com a Sanofi.

Um dos aspectos que a nova Lei de Bases - cuja proposta final ainda não foi aprovada pelo Governo - irá permitir é "colocar a centralidade do sistema nos doentes", objectivo que apesar de estar previsto há muito tempo "tem sido completamente esquecido".

Maria de Belém Roseira salientou ainda a aposta passa pela "prevenção" e por uma "prestação de cuidados de saúde integrada" e feita "ao longo da vida". Mas para que tal aconteça, frisou, é preciso ter "profissionais preparados, com novas competências, e motivados".

"Trabalhar na saúde é muito difícil" e por isso "precisamos de nova Administração Pública na Saúde, mais dinâmica e adaptativa", acrescentou, salientando que "os doentes precisam de ter tempo para falar com os profissionais e os profissionais também precisam de mais tempo para falar com os doentes".

Relação médico-doente está "ameaçada"

A intervenção da antiga governante ocorreu já depois de o bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, ter afirmado que "a relação médico-doente" está "ameaçada".

"A situação [actual] é complicada por causa da pressão dos custos e dos orçamentos", explicou o bastonário, lamentando o facto de os médicos terem "cada vez menos tempo para acompanhar os doentes".

Um dos grandes desafios que se coloca ao sector é precisamente o de "centrar o sistema no cidadão".
"É importante que a informação chegue aos cidadãos de forma eficaz e que os ajude a decidir", disse Miguel Guimarães, depois de defender que "a responsabilidade pela sustentabilidade da saúde é todos os cidadãos".

"O cidadão pode ter um papel mais interventivo para que haja uma abordagem mais integrada e com ganhos em saúde", acrescentou.

A directora-geral de Saúde, Graça Freitas, afirmou, por seu lado, que um dos grandes desafios que se coloca na Saúde é a velocidade com que o mundo está evoluir.

"Agora é tudo mais rápido e nem sempre nos conseguimos adaptar" com a mesma velocidade, admitiu, referindo-se, por exemplo, "ao brutal e inevitável desafio tecnológico".

Outro dos principais desafios que se coloca tem a ver com a forma como nos vamos relacionar no futuro pois "não sabemos como vai ser a relação médico-doente daqui a 10/15 anos".

Vencedores dos Prémios Saúde Sustentável

Distinção personalidade

Professor Doutor Fernando de Pádua

 

Distinção institucional

Cuidados Primários

- Vencedor: ACES Cávado III - Barcelos/Esposende

Projecto: Gestão do Percurso do Utente com Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC)

 

Cuidados Hospitalares

- Vencedor: Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/ Espinho - Unidade Neurorradiologia de Intervenção/Unidade de AVC

Projecto: Stroke Center

 

Cuidados Continuados

Vencedor: Santa Casa da Misericórdia de Pedrógão Grande

Projecto: Cuidar em Humanitude

 

Prevenção e Promoção da Saúde

Vencedor: Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/ Espinho

Projecto: Domiciliação

 

Projectos Especiais integrados

Vencedor: Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano

Projecto: Programa de Gestão de Caso para Doentes Crónicos com Multimorbilidade

 

Menções Honrosas

Resultados em Saúde

Fundação Nossa Senhora do Bom Sucesso

 

Experiência do Cidadão

Hospital Garcia da Orta, EPE-  Centro de Responsabilidade de Oftalmologia, NOA- Núcleo de Oftalmologia de Almada

 

Sustentabilidade Económica

Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho- Centro de Diagnóstico Pré-Natal

 

Carácter Inovador

Multicare Seguros de Saúde, S.A








Marketing Automation certified by E-GOI