Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião por
Artigos de opinião deste autor

50 maneiras de deixar o seu amor

21.11.2013

Um jornal não se faz por quem o escreve, mas por quem o lê. Um jornal não é uma colagem de factos, mas um chaveiro para o entendimento. Um jornal tem poder - o poder que o leitor lhe endossa. Para que o jornalismo seja a celebração diária da liberdade. Para que o jornalismo garanta a liberdade do dia seguinte. Quase sete anos depois do primeiro, escrevo hoje o último editorial como director do Negócios. Nós passamos, o Jornal fica. É assim que está certo.

Selo ou não selo, eis a questão

20.11.2013

Valor não é o mesmo que preço. Valor é futuro, preço é presente. Valor é para quem compra, preço é para quem vende. E se valor de uma acção corresponde a dividendos futuros, preço depende do acerto mais ou menos eufórico entre procura e oferta num deter. O Estado prepara-se para uma venda de sucesso dos CTT. Talvez demasiado gananciosa.

O casamento do céu e do inferno

12.11.2013

Finalmente descobriu-se onde morrem os elefantes: são engolidos no BES. Congelou-se uma guerra, evitou-se um escândalo, ficou-se na paz podre. Tudo está bem quando acaba bem. Mas isto não acabou bem. Aliás, isto não acabou.

BES ou o fim do mito

11.11.2013

É errado dizer que o BES é o banco do regime. O BES é o regime. É essa a dimensão do que está em causa na guerra entre Salgado e Ricciardi. Mas a história é escrita pelos vencedores. Se Brutus tivesse vencido a conspiração, talvez hoje usássemos a expressão "até tu, César."

Dá-me o teu excedente

07.11.2013

Os trabalhadores alemães devem estar pasmados com os seus novos aliados: os políticos estrangeiros exigem que Merkel promova o aumento dos seus salários. Convenhamos, é lindo.

Guerra e sociedade

06.11.2013

Queiroz Pereira tinha acesso ao que o comum dos mortais não tem: as contas no Luxemburgo de todo o império Espírito Santo. Mas o negócio é também um pacto de silêncio.

Uma lei contra o abuso, um abuso contra a lei

30.10.2013

O Governo acertou uma! Não é a primeira, mas é difícil lembrarmo-nos da última. Acertou na lei das práticas restritivas do comércio. Ou seja, no combate aos abusos da distribuição. Ou seja, na lei contra o poder do Continente e do Pingo Doce. Aplausos.

Juízos e prejuízos da banca

28.10.2013

Pista para investidores: se uma companhia cotada apresentar resultados ao final da tarde de uma sexta-feira, é porque são maus. O BPI andou anos a fazê-lo. Agora foi o BES. Só que os prejuízos não dormem. E segunda-feira chega sempre.

Elei... ções?

25.10.2013

Quando já não se sabe o que é mau deixa de temer-se o pior. António José Seguro fala como se não temesse o pior. O segundo resgate. Será possível estarmos a reviver o início do processo que desembocou no PEC IV? Enquanto continuarmos a circular na História, não andaremos em frente. A vingança serve-se quente.

O silêncio dos inocentes

21.10.2013

O Orçamento de 2014 é como o último bezerro, alimentado com o último alqueire de trigo, atirado pela escarpa de Monsanto para demover quem faz o cerco: os mercados. Alô Europa?

"Ai aguenta, aguenta"

16.10.2013

Fernando Ulrich tinha razão, o povo aguentaria mais austeridade. Tanto aguentaria que aguentará este Orçamento. Por mais que Passos Coelho finja que isto é igual ao litro, isto é igual à tonelada. Vai valer a pena? Em vez de fazer de conta, façamos contas.

Ver Mais
Mais lidas
Publicidade
PRÉMIOS EXPORTAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO
pub
pub
Publicidade
C•Studio