Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião
Filipe Garcia 03 de Setembro de 2012 às 23:30

"de Clone a Clown"

O que se lê na capa posiciona o livro: "A arte de ter (e vender) ideias criativas".

  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Ou seja, o leitor fica com a noção que ter ideias criativas é uma arte e que nas páginas que se seguem poderá aprender a ter e a vender ideias. Na verdade, na minha leitura, não é exactamente disso que trata "de Clone a Clown" porque este é, sobretudo, um livro de auto-ajuda e de desenvolvimento pessoal e não tanto uma obra sobre criatividade e modelos de negócio.

Vítor Briga, o autor, é coach e formador há mais de 15 anos e propõe-se a mostrar como preparar terreno fértil para que surjam boas ideias. Parte-se da distinção entre clown e clone como fio condutor de um conjunto de quase 30 pequenos capítulos. O clown é a criança dentro de nós, alguém um pouco tolo, mas criativo, livre de preconceitos, que ri (sobretudo de si próprio) e faz rir. O clown simplifica, é curioso, não se leva demasiadamente a sério, mas é exigente consigo próprio e compromete-se com a acção. Já o clone acaba por ser a figura que agrega todas as nossas limitações, preconceitos, regras e bloqueios, muitas vezes processos auto-impostos.

O que acaba por acontecer em "de Clone a Clown" é que o livro acaba por orientar o leitor mais em busca do autoconhecimento e da realização pessoal do que propriamente tratar os temas da criatividade. Aliás, a anunciada "venda" das ideias criativas é tratada de forma algo superficial. Não há nada de errado em que o livro seja orientado para o desenvolvimento pessoal e para a busca da felicidade, pelo contrário, mas não é exactamente aquilo que se anuncia na capa.

Do ponto de vista do conteúdo, não se trata de um livro disruptivo. Agrega muitas das ideias, buzzwords e citações de outras obras da mesma área, mas tem as vantagens de ser escrito de forma muito acessível, fácil de compreender por todos, e de se ouvir "a voz da experiência" de quem já teve contacto com uma grande quantidade de indivíduos a quem estas ideias puderam certamente ajudar.

É verdade que "de Clone a Clown" traz poucas novidades, sobretudo para quem já teve acesso a outras obras semelhantes, mas trata-se de um livro bastante agradável e com ideias valiosas. A dificuldade, como sempre neste domínio, é a implementação dos ensinamentos. Ler mostra-nos o caminho, mas não faz o caminho por nós.






Autor: Vítor Briga
Editora e Data: Vida Económica - 2012
Frase: "Ter a coragem de substituir o medo do ridículo pelo prazer do ridículo"
Palavras Chave: "Clone"; "Clown"; " Momentos Alfa"; "Tolo"; "Fazer"
Apreciação: ***






Economista da IMF, Informação de Mercados Financeiros
filipegarcia@gmail.com
Ver comentários
Mais artigos do Autor
Ver mais
Mais lidas
Outras Notícias