Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ações do DIA disparam mais de 100% após aumento de capital de 605 milhões

A dona do Minipreço finalizou a operação de aumento de capital que permitiu à empresa recolher cerca de 605 milhões de euros, numa altura em que atravessa um período de transformação do negócio. As ações dispararam.

Gonçalo Almeida goncaloalmeida@negocios.pt 21 de Novembro de 2019 às 15:31
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O grupo espanhol DIA anunciou nesta quinta-feira, dia 21 de novembro, que "concluiu com sucesso" o aumento de capital de 605 milhões de euros, que vão servir para catapultar o crescimento da empresa, que atravessa um período de transição para a transformação do negócio.

Como reação, as ações da cotada chegaram a mais do que duplicar o valor de mercado ao subirem 117,39% para os 0,295 euros. Por esta altura sobem 49%. Hoje, o número de títulos negociados ultrapassou os 38 milhões, muito acima da média de ações negociadas dos últimos seis meses que se fixa nos 9 milhões. 

Em comunicado, a empresa referiu que agora "passa a concentrar-se exclusivamente no desafio de transformação do seu negócio" e que irão estar focados nos anos "na melhoria das operações e no desenvolvimento de um modelo moderno de proximidade, que seja sustentável no futuro e contribua de forma valiosa para a evolução do setor alimentar".

"O Conselho de Administração está confiante de que nosso CEO, Karl-Heinz Holland, e toda a sua equipa irão concretizar a transformação que a DIA necessita de forma a criar uma oferta diferenciada e de valor acrescentado para os nossos clientes", afirmou Stephan DuCharme, Presidente do Grupo DIA.

Holland assumiu o cargo em maio deste ano e substituiu Borja de la Cierva Álvarez de Sotomayor.

No final do ano passado, o grupo DIA tinha 223 lojas em Portugal e 309 franchisados através das marcas Minipreço, Mais Perto e Clarel. Nos primeiros seis meses do ano, a empresa apresentou um prejuízo de 418 milhões de euros e uma queda de 7% nas vendas líquidas no mesmo período.

Ver comentários
Saber mais Karl-Heinz Holland DIA retalho minipreço aumento de capital investidores transformação reestruturação
Outras Notícias