Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Homem mais rico da Europa já engordou fortuna em 19 mil milhões este ano

Bernard Arnault, o homem mais rico da Europa, aumentou ainda mais a sua fortuna, depois de as ações da LVMH terem atingido um recorde devido às vendas acima do esperado das malas e artigos de pele da Louis Vuitton.

2º Bernard Arnault lidera a LVMH há 29 anos
reuters, bloomberg
Bloomberg 11 de Abril de 2019 às 18:11
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

O francês, cuja fortuna aumentou em mais de 19 mil milhões de dólares em 2019, rivaliza diretamente com Bill Gates e Warren Buffett no Bloomberg Billionaires Index, com um património líquido de mais de 87 mil milhões de dólares.

As ações da LVMH fecharam a sessão a subir 4,61% para 344,95 euros, depois de terem chegado a valorizar um máximo de 5,16% para 346,75 euros - o valor mais alto desde que a empresa entrou em bolsa em outubro de 1989 – o que elevou a capitalização bolsista para quase 175 mil milhões de euros.

Os dados sobre as vendas do primeiro trimestre do conglomerado de luxo mostraram que a sua estratégia de explorar novos talentos do design, como Virgil Abloh, despertou o interesse nas suas maiores marcas.



Arnault tem avançado gradualmente nas fileiras dos bilionários da Europa, superando o fundador da Inditex SA, Amâncio Ortega, e Françoise Bettencourt Meyers, da L’Oreal SA, a mulher mais rica do planeta. A sua riqueza voltou a ultrapassar a de Buffett, o presidente da Berkshire Hathaway Inc.

A ascensão de Arnault acompanha a tendência de as pessoas mais ricas da Europa virem dos setores do luxo e bens de consumo. Os mais ricos da região incluem os fundadores e herdeiros de empresas como a Chanel SA, a fabricante de Nutella Ferrero SpA e a EssilorLuxottica SA, proprietária da marca Ray-Ban.

A indústria dos bens de luxo está agora no seu terceiro ano de rápido crescimento, à boleia da China, onde as vendas destes produtos resistiram a uma desaceleração económica que afetou as receitas de alguns fabricantes de automóveis e da Apple.

Ver comentários
Saber mais Bernard Arnault Louis Vuitton LVMH
Mais lidas
Outras Notícias