Weekend Luís Moita: A reconversão da máquina diplomática é inevitável
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN

Luís Moita: A reconversão da máquina diplomática é inevitável

Luís Moita é um dos coordenadores do Estudo da Estrutura Diplomática Portuguesa, elaborado pelo OBSERVARE, o Observatório de Relações Exteriores da Universidade Autónoma, recentemente apresentado. Esta investigação, que incluiu um inquérito feito aos embaixadores espalhados pelo mundo, fez um raio X à rede diplomática e propõe alguns caminhos para que esta se adeque aos “novos tempos”. Entre as medidas sugeridas estão a redução de 20 embaixadas, sobretudo na Europa, o reforço da representação na Ásia e África, a redefinição das funções diplomáticas e a criação de embaixadores itinerantes temáticos e de embaixadas radiais.
Filipa Lino 14 de junho de 2019 às 14:30

Qual era o grande objetivo deste estudo?

)

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
pub

Marketing Automation certified by E-GOI