Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Uma dose de patriotismo e o despudor de Moro

Pode até ser provincianismo mas não deixa de ser assinalável que Warren Buffett, o afamado oráculo de Omaha, tenha escolhido um português, Miguel Patrício, para tentar dar a volta à Kraft Heinz. Mário Centeno tinha avisado que o Programa de Estabilidade não era um programa eleitoral. Duas semanas depois fez campanha política, no Parlamento, com o mesmo Programa de Estabilidade. Sérgio Moro não pode (nem deve) condenar alguém antes de julgamento. O ministro brasileiro da Justiça deu um tiro no pé.

Confiança - Otimismo

Confiança - Otimismo
Miguel Patrício
Os namorados

Neste tipo de avaliação existe, naturalmente, uma boa dose de orgulho patriótico. Mas ver um português ser escolhido para liderar a Kraft Heinz e tentar dar a volta ao negócios da multinacional é motivo de regozijo. Miguel Patrício, que liderava o marketing global da In-Bev. foi escolhido pelos acionistas da Kraft Heinz, entre os quais se conta Warren Buffett, um evidente sinal de reconhecimento dos seus méritos. 

Celso Filipe cfilipe@negocios.pt 27 de Abril de 2019 às 13:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias