Weekend Uma dose de patriotismo e o despudor de Moro
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN

Uma dose de patriotismo e o despudor de Moro

Pode até ser provincianismo mas não deixa de ser assinalável que Warren Buffett, o afamado oráculo de Omaha, tenha escolhido um português, Miguel Patrício, para tentar dar a volta à Kraft Heinz. Mário Centeno tinha avisado que o Programa de Estabilidade não era um programa eleitoral. Duas semanas depois fez campanha política, no Parlamento, com o mesmo Programa de Estabilidade. Sérgio Moro não pode (nem deve) condenar alguém antes de julgamento. O ministro brasileiro da Justiça deu um tiro no pé.
Celso Filipe 27 de abril de 2019 às 13:00

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
pub

Marketing Automation certified by E-GOI