União Europeia Fumo dos incêndios de Portugal chega aos céus de Londres

Fumo dos incêndios de Portugal chega aos céus de Londres

A combinação do furacão Ophelia com as poeiras do Saara e dos incêndios em Espanha e Portugal está a dar um tom amarelado ao céu de Londres esta segunda-feira.
Fumo dos incêndios de Portugal chega aos céus de Londres
Paulo Zacarias Gomes 16 de outubro de 2017 às 17:14
O fumo dos incêndios deste domingo em Portugal, e também dos fogos que afectam Espanha - em particular a Galiza - já chegou a Londres, ocultando o sol e levando o céu a apresentar uma cor amarelada.

Segundo a Reuters, o fenómeno é uma combinação de três factores: além dos incêndios, também poeiras do Norte de África (Saara) em suspensão, partículas que foram arrastadas pelo movimento do furacão Ophelia, que está sobre o Atlântico.

"À medida que o Ophelia progride dos Açores, a tempestade apanhou poeiras do Norte de África e dos incêndios em Espanha e Portugal," disse à agência noticiosa uma porta-voz do Britain's Met Office, gabinete meteorológico do Reino Unido.

"Este tom amarelado está relacionado com a poeira que está em suspensão na atmosfera e o elemento azul da luz do sol é disperso pela poeira. Mas o elemento vermelho atravessa e por isso o sol aparece mais vermelho e surge esse género de matiz amarelado," acrescentou.

Vários utilizadores, surpreendidos com a cor do céu da capital britânica, têm partilhado imagens de Londres nas redes sociais. 

Em Portugal, até ao momento, os incêndios já provocaram 32 mortos - um número que pode aumentar nas próximas horas - e 56 feridos, 17 em estado grave. Há ainda sete desaparecidos.



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
julio Há 4 dias

Isto vai-nos custar caro e entrar nas contas do Brexit.

Notícias Relacionadas
Saber mais e Alertas
pub