Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal com mais 549 casos de covid-19 e 61 óbitos

O mais recente relatório da DGS dá conta de 549 novos infetados pela covid-19 em Portugal nas últimas 24 horas e mais 61 vítimas mortais. É a primeira vez desde outubro que Portugal regista menos de mil casos num dia e o número de mortos é o mais reduzido desde 21 de dezembro.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 22 de Fevereiro de 2021 às 14:29
  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...

Nas últimas 24 horas, foram identificados 549 novos casos de covid-19 em Portugal, mostra o relatório da Direção Geral de Saúde, revelado esta segunda-feira, 22 de fevereiro. Este número compara com as 1.186 novas infeções reportadas ontem e representa o registo mais baixo desde 6 de outubro e a primeira vez em quatro meses que fica abaixo dos mil.

No que respeita os óbitos, há hoje a lamentar mais 61 vítimas mortais devido à doença, depois das 65 conhecidas no domingo. O número de ontem era o mais baixo desde 28 de dezembro e o de hoje o mais reduzido desde 21 de dezembro.

Desde o início da pandemia Portugal regista agora um total acumulado de 798.074 casos confirmados (quase 8% da população portuguesa) e 16.023 óbitos, tendo sido superada a barreira dos 16 mil óbitos.

Os números do relatório da DGS continuam assim a mostrar um alívio da pandemia em Portugal, que está agora no nível mais baixo em quatro meses no que diz respeito às novas infeções e também com a mortalidade e os internamentos com trajetória marcadamente descendente.

Apesar de às segundas-feiras os registos serem sempre mais baixos devido ao fecho de laboratórios aos fins-de-semana, o número de infetados hoje revelado é 58% inferior à segunda-feira passada. Em termos de média diária a sete dias a queda é de 42%.

Com os números conhecidos esta segunda-feira, a média diária de novos casos dos últimos sete dias baixou pelo 25.º dia para 1.573, o nível mais reduzido desde 15 de outubro.

Nos últimos 14 dias, Portugal acumulou 293 novos casos por 100 mil habitantes. Este indicador, muito utilizado internacionalmente para medir a propagação do vírus e critério determinado pelo Governo para considerar os concelhos em risco, já não está muito longe do limite definido de 240 casos por 100 mil habitantes. 

O relatório da DGS mostra ainda que o número de recuperados aumentou em 2.187 para 701.409, depois do acréscimo de 2.306 de ontem.  

Assim, os casos ativos, que são calculados subtraindo ao total de casos confirmados os doentes recuperados e os óbitos, baixaram em 1.699, para 80.642 o número mais baixo desde 4 de janeiro.


Internamentos sobem pelo segundo dia

Pela negativa, o número de pacientes internados em Portugal devido à covid-19 subiu pelo segundo dia, depois da descida acentuada registada durante vários dias, que retiram da cama dos hospitais mais de mil doentes. Nas últimas 24 horas, o aumento foi de 6 doentes nas unidades de saúde, para um total de 3.332.  

No que respeita aos casos mais graves, de doentes internados em unidades de cuidados intensivos, este foi o décimo dia consecutivo de quedas, com menos 11 pacientes, num total de 627.

Lisboa e Vale do Tejo com metade dos novos casos

Tal como tem sucedido nos últimos dias, Lisboa e Vale do Tejo foi responsável por metade (51%) das novas infeções identificadas no país, com mais 278 casos nas últimas 24 horas, para um total de 301.520.

Dos restantes novos casos confirmados, 107 foram no Norte, 48 no Centro, 33 no Alentejo,  22 no Algarve, 56 na Madeira e 5 nos Açores.

No que respeita aos óbitos, 33 foram em Lisboa e Vale do Tejo, 8 no Norte, 15 no Centro, 2 no Alentejo e 2 no Algarve e 1 na Madeira.


Ver comentários
Saber mais covid-19 coronavírus POrtugal DGS boletim diário
Outras Notícias