Economia Como vai o Governo resolver o problema das 25 mil famílias sem casa?

Como vai o Governo resolver o problema das 25 mil famílias sem casa?

O Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana fez um inquérito a que responderam 307 municípios e onde se conclui que há 25.800 famílias com carências habitacionais. As autarquias fizeram propostas de solução e o Governo está agora em fase de decisão política. Filomena Lança, redactora principal do Negócios, explica o que está em causa.
A carregar o vídeo ...
Negócios 23 de fevereiro de 2018 às 16:00



A sua opinião8
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Anónimo 23.02.2018

O governo vai resolver este problema atirando a responsabilidade para os privados. As medidas até agora tomadas são um monte de fantochadas que só alimentam os jornais, e a discussão esteril sem ou inteligência. Não é por acaso milhares casas estão fechadas em todas as cidades e vilas mesmo Lisboa

KANKAN 23.02.2018

A região de Setúbal é sempre mencionada como aquela onde existe maior densidade de pobreza, mas também foi divulgado que Setubal é a terceira maior cidade do país com maior valor de depósitos bancários ( cerca de 12000 milhoes). Afinal também é onde existe maior densidade de riqueza.

Anónimo 23.02.2018

A habitação de cada um é da sua responsabilidade. Se não pode alugar ou comprar no centro vai para a periferia em lugar onde possa pagar.

Yalioblio 23.02.2018

Estão em bairros sociais com rendas quase de borla, com bons carros à porta, RSI... e ainda se queixam? O que não dirão aqueles que têm que pagar um arrendamento que é quase o valor do salário que recebem, e ainda pagam água, luz e gás? Se estão tão mal por que não emigram ou regressam aos países de origem?

ver mais comentários
pub