Economia Fado representa 20% das vendas de discos de música portuguesa

Fado representa 20% das vendas de discos de música portuguesa

Portugueses já consomem mais música "made in" Portugal do que internacional. Apesar das vendas estarem a cair, repertório nacional é líder.
Fado representa 20% das vendas de discos de música portuguesa
Marlene Carriço 26 de novembro de 2011 às 16:50
O fado representa já 20% das vendas de música portuguesa, com mais de 305 mil discos vendidos só em 2010. O sucesso deste género musical junto do público é, aliás, uma das explicações para que a música nacional tenha já destronado a internacional.

O presidente da Associação Fonográfica Portuguesa (AFP), Eduardo Simões, alerta, contudo, para as limitações dos dados sobre o fado, uma vez que há "uma série de empresas que não fazem parte do levantamento", os dados não contemplam os discos "budget" (mais baratos) e a classificação de fado, pop, rock ou outro género é feita por cada empresa.

Ainda assim, Eduardo Simões crê que o peso do fado na música portuguesa não deve fugir muito dos 20%. E mais: "sem a evolução que se registou no fado era muito difícil atingirmos uma quota de 35% [no valor] de vendas no repertório nacional. Durante anos manteve-se abaixo dos 24% e só nos últimos dois anos é que começou a subir para estes níveis. O que foi também um efeito da lei da rádio que introduziu quotas de difusão de música portuguesa", explicou.

O musicólogo Rui Vieira Nery destaca também os efeitos da nova lei da rádio, bem como o aparecimento de uma estação de fado, como impulsionadores deste maior consumo deste género musical. Além disso, continuou, "vivemos numa época de globalização" e os jovens querem, cada vez mais, "afirmar a sua diferença cultural local". Por último, o facto de o fado estar mais disperso por todo o País, por oposição ao que aconteceu "até muito tarde no século XX em que continuava a estar sobretudo enraizado em Lisboa".

Galardões no fado bateram recorde em 2010

Quem está no terreno também atesta o peso do fado nas vendas. O director de marketing e comunicação institucional da FNAC disse ao Negócios que os discos de fado representam "cerca de 25% das vendas de música portuguesa" nas 17 lojas espalhadas pelo País. "Há, de facto, uma nova geração de jovens fadistas que tudo tem feito para catapultar o fado para as luzes da ribalta, o que explica o aumento da procura por parte do público", explicou.

Quanto ao destaque que dão ao fado nas lojas, Viriato Filipe explicou que se limitaram a acompanhar o "início e a ascensão" de artistas como a Mariza, Ana Moura, Camané e Aldina.

A comprovar a adesão do público ao fado estão também os galardões conquistados pelos intérpretes portugueses. Em 2010 foram atribuídos 21 discos de platina e cinco de ouro, segundo os dados da AFP. Entre 2005 e o primeiro semestre de 2011 foram atribuídos 77 galardões. Mariza foi a fadista que mais vendeu neste período.

Portugueses ouvem cada vez mais música nacional

Mas não é só o fado que tem conquistado os portugueses. Os discos portugueses estão cada vez mais entre as escolhas dos consumidores. "Apesar de o mercado dos discos ter sofrido uma forte quebra de vendas, a música portuguesa consegue manter uma certa estabilidade. Isto deve-se a um claro aumento da oferta de novidades e novos artistas portugueses", confirmou o director de marketing da FNAC.

Os dados da AFP mostram que entre 2008 e 2010 as vendas de discos caíram mais na música internacional (menos 27%) do que na nacional (menos 4%). Em 2010 o foço de vendas foi de mais de 500 mil discos: 2,2 milhões de discos portugueses vendidas contra 1,6 milhões de unidades de repertório internacional.

Rui Vieira Nery frisa contudo que os dados de vendas não reflectem totalmente o sucesso do artista porque "a pirataria está a destruir a indústria discográfica. Hoje em dia quase ninguém ganha dinheiro com os discos", conclui.


2005-2011 Os fadistas que mais venderam


Mariza 608 mil discos
















Ana Moura 138 mil discos












Carlos do Carmo 56 mil discos













Camané 40 mil discos












Carminho 17 mil discos