Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Famílias gastam quase 6,5 mil milhões no supermercado

Do montante total recebido pelos supermercados, mais de 2,5 mil milhões foram para artigos de mercearia (39,2%), seguindo-se laticínios (1.095 milhões) e congelados (512 milhões de euros).

Desde 1999 que não se verificava uma tão acentuada descida no consumo das famílias.
António Pugliese
Negócios jng@negocios.pt 13 de Setembro de 2021 às 07:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
As famílias em Portugal gastaram 6.483 milhões de euros em retalho alimentar entre o início de janeiro e meados de agosto, relevando um reforço das vendas no mercado de bens de grande consumo, ou seja, as compras para o lar que as famílias fazem nos super e hipermercados. Os dados citados esta segunda-feira pelo Diário de Notícias são dos Scantrends da NielsenIQ.

Face ao mesmo período do ano passado, há um crescimento de 2,4%, ou seja, 153 milhões de euros a mais, com especial destaque para as categorias de alimentação e bebidas tanto alcoólicas como não alcoólicas. O início do ano passado foi marcado pelo arranque da pandemia, preocupações com o impacto na distribuição, bem como pela tentativa de muitas pessoas de armazenarem grandes quantidades de alimentos devido ao confinamento, evitando sair tantas vezes à rua.

Ainda assim, as vendas de produtos de mercearia estão este ano a crescer 3%, refere o DN. Do montante total recebido pelos supermercados, mais de 2,5 mil milhões foram para artigos de mercearia (39,2%), seguindo-se laticínios (1.095 milhões) e congelados (512 milhões de euros).
Ver comentários
Saber mais Portugal bens de consumo indústria transformadora alimentação
Outras Notícias