Economia Inflação na Alemanha cai mais do que o esperado para mínimo de 15 meses

Inflação na Alemanha cai mais do que o esperado para mínimo de 15 meses

O crescimento dos preços na maior economia europeia abrandou de 1,4%, em Janeiro, para 1,2%, este mês, um valor abaixo do esperado pelos economistas.
Inflação na Alemanha cai mais do que o esperado para mínimo de 15 meses
Kai Pfaffenbach/Reuters
Rita Faria 27 de fevereiro de 2018 às 13:54

A inflação na Alemanha caiu mais do que era esperado, em Fevereiro, sugerindo que os dados referentes à evolução dos preços na Zona Euro – que serão conhecidos amanhã – poderão ser decepcionantes.

 

Segundo os números divulgados esta terça-feira, 27 de Fevereiro, pelo gabinete federal de estatística, a inflação na Alemanha desceu de 1,4%, em Janeiro, para 1,2%, em Fevereiro, o que representa o nível mais baixo desde Novembro de 2016.

 

A leitura deste mês ficou, assim, abaixo do que era esperado, já que os economistas apontavam para uma subida homóloga do índice de preços no consumidor de 1,3%.

 

Apesar da sólida recuperação económica, do crescimento dos salários e dos estímulos monetários sem precedentes, a subida dos preços na maior economia europeia continua longe da meta traçada pelo BCE – de uma subida abaixo mas próxima de 2% - tal como acontece na generalidade dos países do euro.

 

Ainda ontem, o presidente da autoridade monetária reconheceu a dificuldade de alcançar um crescimento sustentável dos preços, sublinhando que a trajectória da inflação continua muito dependente dos estímulos.

 

"A inflação ainda tem de mostrar sinais mais convincentes de um caminho sustentado de ajustamento", afirmou Mario Draghi, num discurso realizado no Parlamento Europeu. "A evolução da inflação continua crucialmente condicionada em grande medida pelos estímulos monetários resultantes do conjunto completo de medidas de política monetária", acrescentou.

 

No mês passado, a taxa de inflação na Zona Euro desceu para 1,3%, na Zona Euro, depois de se ter fixado em 1,4% no mês anterior. A primeira leitura de Fevereiro será revelada esta quarta-feira, pelo Eurostat.  




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
cmor 27.02.2018

Pronto. Ficámos agora a saber que a Alemanha é a maior economia do mundo.

MILENIUM BCP : a GRANDE PALHAÇADA 27.02.2018





TODA A GENTE RECOMENDA A COMPRA DE MILENIUM BCP OS LUCROS NÃO PARAM DE AUMENTAR vai entrar amanhã no STOCK 600 a última agência de RATING vai tirar - nos do LIXO as taxas de juro vão SUBIR os targets acima de 0.40 e as ações SEMPRE a DESCER ??????

Saber mais e Alertas
pub