Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Japão avança com pacote de 300 mil milhões em estímulos à economia

Novo pacote de apoios à economia está ainda a ser ultimado pelo Governo japonês liderado por Fumio Kishida. Montante total dos apoios à retoma é idêntico ao pacote de emergência aprovado no início da pandemia (de quase 50 biliões de ienes) e deverá ser apresentado em breve.

Pedidos de subsídio de desemprego nos EUA sobem inesperadamente
Joana Almeida JoanaAlmeida@negocios.pt 12 de Novembro de 2021 às 10:38
O Governo japonês está a preparar um pacote de estímulos para apoiar a recuperação económica, que prevê um aumento para mais de 40 biliões de ienes (equivalente a cerca de 306 mil milhões de euros) em despesa pública. O montante total dos apoios à retoma é idêntico ao pacote de emergência aprovado no início da pandemia e deverá ser apresentado na próxima semana.

A notícia é avançada pelo jornal Nikkei, que dá conta que o novo pacote de apoios à economia está ainda a ser ultimado pelo Governo japonês liderado por Fumio Kishida, que sucedeu em outubro ao liberal Yoshihide Suga, que se demitiu do cargo de primeiro-ministro na sequência da pior vaga da pandemia de covid-19 no país.

A aprovação de um pacote robusto de apoios à economia nipónica foi uma das promessas feitas pelo Partido Liberal Democrático (LDP), atualmente no poder, durante a campanha para as eleições gerais de 31 de outubro. Para o LDP, é necessário um orçamento de "mais de 30 biliões de ienes" para cobrir o défice entre oferta e procura na economia do país.

Para financiar este pacote, o Governo japonês está a ponderar recorrer aos mercados e emitir mais dívida, embora não sejam ainda conhecidos os termos em que as emissões serão feitas. Não é, por isso, claro ainda qual o impacto orçamental ou no crescimento do Japão a médio e longo prazo destes estímulos.


Dos 40 biliões de ienes, 30 biliões destinam-se a gastos do Governo central com medidas de apoio à retoma e o restante será destinado a despesas a nível local, investimentos fiscais e empréstimos. O Nikkei avança ainda que a apresentação do novo pacote de estímulos deverá acontecer na próxima sexta-feira, dia 19.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio