Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

João Menezes é o novo presidente do ICN

A liderança do Instituto da Conservação da Natureza (ICN) vai ser entregue a João Menezes. Já os cargos de vice-presidentes vão ser assumidos por Sofia Castel-Branco e João Alves, divulgou hoje o Ministério do Ambiente.

Tânia Ferreira tf@negocios.pt 26 de Novembro de 2004 às 16:46

A liderança do Instituto da Conservação da Natureza (ICN) vai ser entregue a João Menezes. Já os cargos de vice-presidentes vão ser assumidos por Sofia Castel-Branco e João Alves. A nomeação da nova direcção, divulgada hoje por comunicado do Ministério do Ambiente, surge na sequência da demissão da anterior, faz hoje oito dias.

A nova direcção vai ter um «mandato crucial que passa pela reestruturação do ICN», declarou o secretário de Estado do Ambiente, Jorge Moreira da Silva, ao Jornal de Negócios Online, aquando da demissão da anterior direcção.

O novo presidente, João Menezes, durante o último ano, foi o coordenador da avaliação externa ao modelo de gestão e organização do ICN, no quadro da parceria ISCTE-ICN.

João Menezes é doutorado em Gestão e Organização de Empresas, sendo actualmente professor da Escola de Gestão do ISCTE, consultor de empresas e responsável pela IN OUT Global/ISCTE, organismo que promove a investigação e desenvolvimento no domínio da gestão e das tecnologias ambientais.

Já a Sofia Castel-Branco, engenheira agrónoma, é actualmente presidente da comissão directiva do Parque Natural do Tejo Internacional.

Quanto a João Alves, biólogo, é actualmente chefe de divisão de espécies protegidas.

O presidente demissionário, Silva Costa, abandonou o cargo no mesmo dia em que assumiu a presidência da Águas de Santo André, empresa participada do grupo Águas de Portugal (AdP).

Há vários meses que a anterior direcção já tinha manifestado interesse ao secretário de Estado do Ambiente em sair.

O ICN tem sido alvo, nos últimos meses, de várias convulsões internas, chegando à praça pública acusações de gestão danosa por parte da última direcção, que entretanto pediu demissão.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio