Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ministra do Mar defende aposta na navegabilidade dos rios em Portugal

Portugal deve desenvolver a sua navegação interior, focando a aposta da navegabilidade dos rios na via navegável do Douro e do estuário do Tejo, até Castanheira do Ribatejo, defendeu esta quinta-feira a ministra do Mar numa conferência na Polónia, dedicada ao tema.

Pedro Elias
Lusa 19 de Abril de 2018 às 23:55
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Numa nota de imprensa, o ministério de Ana Paula Vitorino refere que estes dois projectos de navegabilidade dos rios portugueses, integrados na Estratégia para o Aumento da Competitividade da rede de Portos Comerciais do Continente - Horizonte 2026, que visam fomentar a intermodalidade e o desenvolvimento da navegação interior em Portugal, foram apresentados na Conferência Internacional sobre a Navegação Interior na quarta-feira e hoje em Wroclow, na Polónia.

 

"A digitalização, a descarbonização e a intermodalidade" são os três focos da estratégia portuguesa apresentados por Ana Paula Vitorino, que, segundo o comunicado do Ministério do Mar, defendeu ainda "as semelhanças que existem com a navegabilidade marítima e as sinergias aplicáveis, reforçando ainda mais o papel da economia do mar".

 

Da conferência internacional resultou a assinatura de uma Declaração Ministerial, na qual os países presentes se comprometem, entre outros aspectos, a "reforçar o compromisso de sustentabilidade ambiental", "dar visibilidade à potencialidade do transporte fluvial", "construir infra-estruturas de vias navegáveis seguras e sustentáveis" ou "promover a atractividade do sector para o mercado e aumentar sua competitividade".

Ver comentários
Saber mais Navegação Interior Ana Paula Vitorino Portos Comerciais do Continente Portugal Polónia Wroclow Ministério do Mar política
Outras Notícias