Economia Ministra nomeia primeira mulher para dirigir o SEF

Ministra nomeia primeira mulher para dirigir o SEF

O director do SEF apresentou a demissão a Constança Urbano de Sousa. Ministra anunciou sucessora.
Ministra nomeia primeira mulher para dirigir o SEF
Correio da Manhã
Negócios 05 de janeiro de 2016 às 15:16

A ministra da Administração Interna anunciou nesta terça-feira, 5 de Janeiro, que vai nomear a inspectora Luísa Maia Gonçalves como directora nacional do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, em substituição de António Beça Pereira, que apresentou a demissão.

 

Em comunicado, o Ministério da Administração Interna (MAI) refere que Constança Urbano de Sousa aceitou o pedido de exoneração apresentado pelo director nacional do SEF, que manifestou o desejo de regressar ao Tribunal da Relação de Guimarães, onde é juiz desembargador.

 

Para o substituir, o Governo vai nomear a inspectora coordenadora superior da carreira de investigação e fiscalização do SEF Luísa Maia Gonçalves, adianta o comunicado. Licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, Luísa Maia Gonçalves será a primeira mulher a dirigir o SEF onde está desde 1990, mais recentemente como Inspectora Coordenadora Superior da Carreira de Investigação e Fiscalização.

 

Foi responsável pelo Gabinete de Relações Internacionais e de Cooperação do SEF e responsável pela Direcção Central de Investigação, Pesquisa Análise e Informação do organismo.

 

Luísa Maia Gonçalves ocupou vários cargos dirigentes em diferentes organismos da Administração Pública e foi Adjunta do Secretário do Estado para os Assuntos Europeus Pedro Lourtie e assessora do Coordenador Nacional para os Assuntos da Livre Circulação de Pessoas de Schengen.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI