Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Passos diz que Portugal reembolsa 5.400 milhões ao FMI a 15 de Outubro

Pedro Passos Coelho anunciou esta segunda-feira que o Governo vai realizar um novo reembolso antecipado ao Fundo Monetário Internacional a 15 de Outubro no valor de 5.400 milhões de euros.

Miguel Baltazar
Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 21 de Setembro de 2015 às 15:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • 69
  • ...

O primeiro-ministro revelou esta segunda-feira, 21 de Setembro, que o Governo vai realizar a 15 de Outubro o terceiro reembolso antecipado ao Fundo Monetário Internacional. Depois de ter pago 1.830 milhões de euros em Junho e 6,6 mil milhões em Março, Pedro Passos Coelho anunciou agora que serão reembolsados mais 5,4 mil milhões de euros.

Este valor supera, largamente, os 2,2 mil milhões de euros que estavam previstos pagar até ao final do ano. No total, o Executivo irá assim reembolsar 13,83 mil milhões de euros à instituição liderada por Christine Lagarde. O objectivo inicial do Governo era reembolsar um total de 10,6 mil milhões de euros este ano. 

O Negócios contactou o Ministério das Finanças e o IGCP para obter mais esclarecimentos sobre este reembolso antecipado mas até ao momento não obteve resposta. 

No entanto, pouco depois soube-se que Portugal não vai, afinal, fazer mais um reembolso antecipado ao FMI. Pedro Passos Coelho equivocou-se com o reembolso de uma obrigação do Tesouro que vence a 15 de Outubro, dia em que o país terá de devolver 5,4 mil milhões de euros aos investidores. Foi um lapso, confirmou fonte oficial do gabinete de Pedro Passos Coelho. 



(Notícia actualizada às 19h54) 


Ver comentários
Saber mais Fundo Monetário Internacional Pedro Passos Coelho Christine Lagarde Governo
Outras Notícias