Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Trump propõe curar Covid com injeção de desinfetante nos pulmões ou tratamentos de calor

O presidente norte-americano quer que os laboratórios testem tratamentos de luz e calor, bem como de injeções de desinfetante nos pulmões, parar curar o coronavírus.

A carregar o vídeo ...
Coronavírus: Donald Trump sugere injeção com desinfetante
Negócios jng@negocios.pt 24 de Abril de 2020 às 10:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • 44
  • ...
O presidente dos Estados Unidos sugeriu que tratamentos de luz ultravioleta ou de injeções de desinfetante nos pulmões poderão ser eficazes no tratamento do novo coronavírus. Donald Trump falava em direto ao país e afirmou que quer que os laboratórios norte-americanos comecem a testar estes tratamentos. "É uma sugestão", diz.

"Imaginem que atingimos o corpo com uma luz tremenda, seja ultravioleta ou apenas uma luz muito poderosa. Penso que disse que isso não foi feito, mas vão testá-lo", afirmou Donald Trump, em conferência de imprensa, na quinta-feira, dirigindo-se a Deborah Birx, imunologista que está a coordenar a resposta da Casa Branca ao novo coronavírus, que também estava presente na conferência de imprensa.

O presidente norte-americano continuou: "Imaginem que trazemos a luz para dentro do corpo, o que pode ser feito através da pele ou de outra forma. Penso que disse que também vão testar isso. Parece interessante".

Não ficou por aí. "E, depois, vejo o desinfetante. Mata [o coronavírus] em um minuto. Um minuto. Há alguma forma de fazermos algo assim, através de uma injeção, ou uma limpeza, nos pulmões? Seria interessante verificar isso".

Donald Trump ainda acrescentou que "terão de recorrer a médicos" para testar estes tratamentos, mas insistiu que "parecem interessantes". No fim, perguntou a Deborah Birx se já tinha observado o efeito da luz ou calor sobre o coronavírus e teve uma resposta curta por parte da imunologista: "Não como um tratamento".

Confrontado por um jornalista que lembrou que a população norte-americana ouve o presidente à espera da apresentação de factos e não de sugestões de tratamentos experimentais, Donald Trump respondeu-lhe como já tem sido habitual nas conferências de imprensa: "Você faz parte das fake news. Esta é só uma sugestão de um laboratório brilhante", concluiu.

O presidente norte-americano referia-se a um estudo levado a cabo por uma equipa de cientistas da Casa Branca, que concluiu que o coronavírus não dura muito tempo em maçanetas ou outras superfícies não porosas, quando exposto à luz do sol.
Ver comentários
Saber mais coronavírus donald trump estados unidos
Outras Notícias