Taxa de desemprego em Portugal registou a terceira maior descida da UE

A taxa de desemprego em Portugal continua a descer de forma mais rápida do que a média da União Europeia, sendo que o valor de Julho já igualou o registado na Eslováquia.  
Paulo Duarte
pub
Nuno Carregueiro 31 de agosto de 2018 às 10:56

A descida da taxa de desemprego em Portugal no mês de Julho, face ao mesmo mês do ano passado, foi a terceiro mais acentuada entre todos os países da União Europeia.

De acordo com o Eurostat, apenas o Chipre e a Grécia registaram descidas mais acentuadas, embora a variação da Grécia diga respeito ao mês de Maio (o último para o qual existem dados disponíveis).

Em Portugal, tal como o INE tinha revelado na quinta-feira, a taxa de desemprego estabilizou em Julho nos 6,8%, o que corresponde ao nível mais reduzido desde Setembro de 2002. Face a Julho de 2017 a queda foi de 2,1 pontos percentuais, enquanto no Chipre totalizou 3 pontos percentuais e na Grécia 2,2 pontos percentuais.

Na Zona Euro a taxa de desemprego estabilizou em 8,2%, um mínimo de Novembro de 2008, enquanto na União Europeia desceu uma décima para 6,8%, igual ao valor registado em Portugal.

No ranking dos países com a taxa de desemprego mais elevada, Portugal desceu mas uma posição, igualando agora o registado pela Eslováquia. Será agora mais difícil continuar a descer, já que o país seguinte está a meio ponto percentual de distância (Lituânia com 6,3%).

pub

As menores taxas de desemprego foram observadas na República Checa (2,3%), na Alemanha (3,4%) e na Polónia (3,5%), e as mais altas na Grécia (19,5%, em maio) e em Espanha (15,1%).

  

pub