Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Corbyn defende novo referendo ao Brexit

Trabalhista Jeremy Corbyn garante que fará campanha pela permanência para evitar uma saída da UE sem acordo ou um plano que apelidou como "Brexit conservador prejudicial".

Sábado 09 de Julho de 2019 às 15:15
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

O líder da oposição britânica, o Trabalhista Jeremy Corbyn, desafiou o próximo primeiro-ministro a fazer um segundo referendo ao Brexit e anunciou que, nesse caso, o Labour fará campanha pela permanência do Reino Unido na União Europeia.

Numa carta enviada aos membros trabalhistas citada pela Reuters, Corbyn assegurou que a campanha servirá para impedir que o novo líder do Partido Conservador – e consequentemente substituto de Theresa May como líder de Governo – tire a Grã-Bretanha da UE sem acordo com ou com um plano que apelidou como "Brexit conservador prejudicial". O líder da oposição defende ser essencial proteger "a economia e o emprego".


O vencedor da eleição interna no partido Conservador será conhecido a 23 de julho, após o voto dos 160 mil militantes, e a nomeação para primeiro-ministro deverá acontecer no dia seguinte, após a demissão de Theresa May.


Uma sondagem feita pelo portal Conservative Home publicada na sexta-feira feita entre cerca de 1.500 leitores dava a Boris Johnson uma larga vantagem, com 67% das preferências de voto, contra 29% de Jeremy Hunt.

O antigo ministro dos Negócios Estrangeiros Boris Johnson é favorecido pelos conservadores eurocéticos por ter sido um dos principais críticos de Theresa May e do seu plano para o Brexit desde a demissão do cargo, no ano passado.


Já o atualmente chefe da diplomacia britânica, Jeremy Hunt, fez campanha contra a saída da UE, mas atualmente defende a aplicação do Brexit e tem invocado a sua competência em várias áreas para argumentar ter melhor capacidade de negociar alterações ao acordo de saída que foi chumbado pelo parlamento.

Theresa May renunciou à liderança do partido Conservador a 7 de junho devido às dificuldades em fazer aprovar o acordo de saída que concluiu com Bruxelas em novembro.

Ver comentários
Saber mais Jeremy Corbyn Trabalhista Brexit Labour União Europeia Reino Unido Theresa May Jeremy Hunt
Mais lidas
Outras Notícias