Europa Provável sucessor de Juncker quer UE baseada nos valores cristãos

Provável sucessor de Juncker quer UE baseada nos valores cristãos

O candidato do PPE, e também o favorito, à presidência da Comissão Europeia Europeia quer que a "influência cristã" sirva de guia para o futuro do continente. Mensagem é vista como um piscar de olho aos partidos nacionalistas que crescem em muitos países europeus.
Provável sucessor de Juncker quer UE baseada nos valores cristãos
Reuters
Lusa 27 de abril de 2019 às 20:25

O candidato do Partido Popular Europeu (PPE) e favorito para presidente da Comissão Europeia, Manfred Weber, declarou este sábado querer uma UE baseada nos seus valores cristãos e que deixe de fora a Turquia.

"Temos orgulho de este continente ter uma influência cristã" e "não é algo para os museus, isso deve guiar-nos para o futuro", disse Weber na cidade alemã de Munster, durante o comício de abertura da campanha das europeias dos partidos de centro-direita no poder na Alemanha, a CDU de Angela Merkel e a CSU da Baviera, da qual é membro.

Os valores cristãos devem também levar os europeus, segundo ele, a serem "francos" nas discussões com Ancara. "É por isso que penso que a Turquia não pode ser membro da UE (União Europeia)", adiantou, muito aplaudido pelos seus partidários. "Queremos uma parceria, uma amizade, mas devíamos acabar com as negociações de adesão com a Turquia", insistiu.

O projeto europeu deve ser "defendido dos nacionalistas e dos egoístas", considerou Weber, que vê a Europa face a um "ponto de inflexão histórico" na defesa do "modo de vida" europeu.

O líder do grupo do PPE no Parlamento Europeu vai tentar conquistar votos nas zonas na Europa onde os partidos nacionalistas têm crescido, numa altura em que as sondagens indicam que estes podem reforçar o seu peso nas eleições europeias de 23 a 26 de maio.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI