Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Schäuble confirma comparação de Centeno a Ronaldo: "É uma estrela no Ecofin"

O ministério germânico diz que Schäuble apelidou Centeno de "estrela" do conselho de ministros de Finanças da União Europeia, depois de uma conversa sobre outra estrela de futebol, Cristiano Ronaldo.

Reuters
Paulo Zacarias Gomes paulozgomes@negocios.pt 26 de Maio de 2017 às 15:39
  • Assine já 1€/1 mês
  • 18
  • ...
A informação tinha sido transmitida por fonte portuguesa não identificada ao Politico, mas agora chega a confirmação do outro lado: a comparação entre Mário Centeno e Cristiano Ronaldo foi mesmo feita pelo ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble.

Em resposta a questões do Jornal de Negócios, o porta-voz do ministro germânico confirma que Schäuble se referiu ao colega português como uma "estrela do Ecofin", na sequência de uma conversa em que apelidava Cristiano Ronaldo como uma "estrela portuguesa de futebol".

"À margem do encontro dos ministros das Finanças em Bruxelas, o ministro Schäuble teve uma conversa sobre futebol e a estrela portuguesa de futebol Cristiano Ronaldo. Num reparo descontraído e amigável, o ministro notou que o conselho do Ecofin também tem uma estrela portuguesa: o ministro Centeno," afirmou aquela fonte. 

A comparação tinha sido feita na terça-feira passada e revelada pelo Politico, na sua newsletter diária, numa altura em que o nome de Centeno também voltava a surgir como possível novo presidente para um outro "clube" de ministros, neste caso os do euro, reunidos no Eurogrupo. Mas, neste caso, fazendo a leitura de que Schäuble teria chamado a Centeno "o Ronaldo do Eurogrupo."

As palavras de Schäuble marcam um tom mais amigável e distendido em relação ao adoptado até aqui nas declarações sobre o actual Governo português. A 26 de Outubro do ano passado, quase um ano volvido sobre as eleições que deram vitória ao PSD mas resultaram na formação de um Governo do PS com apoio à esquerda, Schäuble deixou uma "alfinetada": "Portugal vinha tendo muito sucesso até [à chegada de] um novo Governo".

Antes disso, pelo menos por duas vezes o ministro das Finanças de Angela Merkel se referiu à situação em Portugal: em Fevereiro do ano passado "encorajava fortemente" a equipa de Centeno a não fugir ao "rumo bem-sucedido que vinha sendo seguido"; e em Junho deixou no ar a possibilidade de um segundo resgate caso não cumprisse as regras europeias.

Na resposta às declarações de Outubro, o primeiro-ministro António Costa disse dar "sobretudo atenção aos alemães que conhecem Portugal e, por isso, sabem do que falam", enquanto o ministro da Economia, Caldeira Cabral, as considerou "irresponsáveis".

E ainda não passaram três meses desde a última vez que, em Março, Schäuble deixou um alerta renovado ao país: "O meu alerta para Portugal é: certifiquem-se que não será necessário um novo programa" de assistência financeira, disse o ministro alemão citado pela Bloomberg.
Ver comentários
Saber mais Cristiano Ronaldo Wolfgang Schäuble Alemanha Portugal Finanças Mário Centeno
Outras Notícias