Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bancos gregos fechados e controlo de capitais até quarta-feira

As autoridades helénicas decidiram prolongar o encerramento dos bancos até à próxima quarta-feira, inclusive. A imposição de controlo de capitais também permanecerá em vigor até quarta-feira, com o levantamento máximo diário a continuar nos 60 euros.

A carregar o vídeo ...
What Can Expect When Greek Banks Finally Open?
  • Partilhar artigo
  • 15
  • ...

As autoridades da Grécia já confirmaram que os bancos irão permanecer encerrados até à próxima quarta-feira, 8 de Julho, inclusive. Depois de durante a manhã de hoje a agência Reuters ter avançado que as autoridades gregas iriam prolongar por, pelo menos "alguns dias", o encerramento dos bancos que perdura desde a segunda-feira da semana passada, 29 de Junho, foi entretanto oficialmente confirmado que o encerramento foi, por agora, estendido por mais dois dias.

 
Segundo um porta-voz do ministério das Finanças helénico, também o controlo de capitais continuará em vigor até à próxima quarta-feira. Mantendo-se também o valor de 60 euros como o máximo montante diário disponível para os levantamentos feitos através de multibanco.

O encerramento dos bancos e da bolsa estava decretado apenas até à presente segunda-feira, 6 de Julho, inclusive. Mas a escassez de liquidez e a continuação da incerteza em torno de um eventual acordo com os credores, determinaram o prolongamento do fecho de portas do sistema financeiro helénico. 

 

Durante a manhã, a Reuters citava quatro fontes do sector bancário que divulgaram esta informação antes mesmo do início da reunião entre os banqueiros e responsáveis do Ministério das Finanças que entretanto já terminou.
 

Para prolongar o fecho dos bancos, o Governo grego terá que aprovar um novo decreto que substitua o que foi emitido na semana passada e expira esta segunda-feira. O fecho dos bancos será prolongado "até sexta-feira ou segunda-feira", avançou uma das fontes à Reuters.

 

O prolongamento do fecho dos bancos era quase uma inevitabilidade, já que o "não" ganhou no referendo de domingo na Grécia, o que tornou mais apertado o prazo para haver um entendimento entre Atenas e os credores.

 

No discurso que fez ao país no domingo à noite, Alexis Tsipras afirmou que pretende retomar as conversações com os "já a partir de amanhã" com o objectivo de restaurar o normal "funcionamento do sistema bancário".  

Ver comentários
Saber mais Grécia Atenas Alexis Tsipras bancos
Outras Notícias