Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Berlusconi contra-ataca: “Devemos pedir eleições e vencê-las”

Il Cavaliere optou por seguir uma linha dura como resposta à sua condenação na passada quinta-feira. Berlusconi traça dois cenários possíveis: “Ou se reforma a Justiça ou eleições imediatas.”

François Lenoir/Reuters
David Santiago dsantiago@negocios.pt 02 de Agosto de 2013 às 20:03
  • Assine já 1€/1 mês
  • 23
  • ...

Esta sexta-feira, na reunião dos parlamentares membros do PdL, partido do qual Berlusconi ainda é a figura de proa, mesmo não sendo o líder oficial, o antigo primeiro-ministro italiano resolveu aumentar a tensão no espectro político italiano.

 

Secundado pelo líder do PdL, Angelino Alfano, que afirmou que no partido “todos estão prontos para a demissão, a começar pelos ministros”, Berlusconi, que foi recebido pelos seus correligionários sob uma grande ovação, afirmou de forma contundente: “Devemos pedir eleições o mais rápido possível e vencê-las. Devemos depois reflectir sobre qual o melhor caminho para atingir este objectivo.”

 

No seguimento da postura adoptada por Berlusconi, os vários deputados e senadores do PdL entregaram as suas demissões aos seus respectivos líderes, Brunetta e Schifani, que deverão dirigir-se, com estas em mão, ao Presidente Giorgio Napolitano para pedir que seja “reposto o estado de democracia”.

 

Até ao momento não é, ainda, conhecida nenhuma posição do Presidente Napolitano. Sabe-se, para já, que a instabilidade política está de regresso a Itália e adivinha-se uma reacção dos mercados, no arranque da próxima semana aquando da abertura das bolsas, a mais este percalço na vida política italiana.

Ver comentários
Saber mais Silvio Berlusconi Itália
Outras Notícias