Justiça Operação Marquês: Granadeiro pede nulidade acusação e acusa Ministério Público de ilegalidades

Operação Marquês: Granadeiro pede nulidade acusação e acusa Ministério Público de ilegalidades

No pedido de abertura de instrução, o ex-chairman da PT diz que o MP o enganou no interrogatório: confrontou-o com provas que ainda não estavam no inquérito e que não se sabe como foram obtidas
Operação Marquês: Granadeiro pede nulidade acusação e acusa Ministério Público de ilegalidades
Miguel Baltazar
Negócios 21 de setembro de 2018 às 12:41

Provas nulas ou obtidas de forma ilegal, violação dos direitos de defesa, uma conduta exemplar e uma interpretação errada por parte do Ministério Público no que respeita às suas funções na Portugal Telecom. Estes são os principais argumentos da defesa de Henrique Granadeiro para pedir a nulidade acusação e a consequente não pronúncia do antigo chairman da PT na Operação Marquês, no requerimento de abertura de instrução do processo.

A revista Sábado teve acesso ao processo, revelando qual a defesa seguida por Henrique Granadeiro. 


Henrique Granadeiro está acusado de corrupção passiva, branqueamento, peculato, abuso de confiança e fraude fiscal qualificada.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI